Onde foi parar a vantagem do mando de quadra?

Onde foi parar a vantagem do mando de quadra?

postado em 25/04/2017 00:00




Após duas temporadas, o UniCeub/BRB avançou aos play-offs no G-4. O feito rendeu à equipe de Brasília a possibilidade de ter mais mandos de quadra. A vantagem fez diferença na fase classificatória. Tanto o time da capital federal quanto o do interior paulista tiveram melhor aproveitamento em casa do que fora. Nas quartas de final, a história se inverteu. A série melhor de cinco está empatada em 1 x 1, com uma derrota de cada lado no próprio território.

O UniCeub/BRB teve 23% a mais de aproveitamento quando jogou diante da própria torcida. Foram 84,6% (11 vitórias e 2 derrotas) de aproveitamento em casa contra 61,5% (9 vitórias e 3 derrotas), fora. Com o Bauru, o fator casa também pesou: venceu 75% no interior paulista contra 57% fora.

;O fator casa ajuda não só pela torcida, mas pela quadra. Esse play-off está sendo o inverso. E vamos tentar manter isso para levar a vantagem para Bauru;, cutuca Alex, camisa 10 do time paulista e ex-jogador do time do DF. .

Mesmo com o terceiro melhor ataque da primeira fase (média de 81,6 pontos por jogo), o UniCeub/BRB tem sofrido contra a melhor defesa. O time de Brasília marcou abaixo da média nos dois jogos das quartas. Na vitória no Ginásio Panela de Pressão,74 pontos. Na Asceb, foram 73.

Em partida de ontem pelos play-offs, o Flamengo venceu o Pinheiros por 83 x 73, no Rio, e abriu 2 x 0 na série melhor de cinco.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação