Plano de saúde animal

Plano de saúde animal

Antes de contratar um dos vários produtos existentes no mercado, é preciso analisar os prós e os contras e colocar as despesas na ponta do lápis

Por Silvana Sousa*
postado em 08/12/2019 00:00
 (foto: Fotos: Arquivo Pessoal)
(foto: Fotos: Arquivo Pessoal)
Para boa parte dos tutores, o animal de estimação é um membro da família com quem se compartilha o lar, as conquistas, as alegrias e as adversidades. No Brasil, há 132 milhões de animais de estimação, sendo 52,2 milhões de cães e 22,1 milhões de gatos, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De olho nesse cenário e no mercado potencial, cresceu o número de empresas que oferecem planos de saúde para pets.

Com preços competitivos ; consulta realizada pela Revista mostra que é possível pagar mensalidade de R$ 45 (veja box) ;, o tutor que contrata esse tipo de serviço poder contar até com cobertura para despesas básicas de manutenção do pet, como exames laboratoriais, vacinas e consultas de rotina. Já os planos mais caros oferecem cobertura para castração e cirurgias.

Ana Maria Pereira, 54 anos, é corretora desse tipo de serviço e conta que a procura vem crescendo, em especial na população de classe média. ;Os tratamentos para cães e gatos têm custos muito elevados, ainda mais quando requerem internações ou consultas específicas. Por temerem serem pegos de surpresa, muitos procuram o serviço e, assim, têm a tranquilidade de saber que, se o animal tiver qualquer problema, ele poderá ser cuidado de forma adequada;, explica.

O veterinário Lucas Feres orienta que, na hora de contratar, é importante analisar pontos como a proposta do plano e a condição financeira dos tutores. ;O seguro é eficiência para emergência. Se a família acredita que em determinado momento faltará recursos, também é interessante. Mas caso o tutor tenha condições de arcar com uma emergência na vida de um pet, todo o investimento feito durante a existência dele pode não compensar o que será investido em um plano;, analisa.

Outros fatores como raça, idade e condições mais delicadas de saúde e idade também devem ser analisadas. ;São condições que favorecem o acometimento de determinadas doenças com maior frequência, principalmente em animais predispostos a isso;, alerta. E caso o plano não possa ser uma realidade para a família, o veterinário aconselha a fazer uma pequena poupança em meses de finanças mais folgadas. Isso pode ajudar a arcar com possíveis emergências.

Apesar de o mercado de planos de saúde pet estar se expandindo em Brasília, a corretora Ana Maria acredita que o serviço ainda é pouco divulgado. ;A propaganda é pequena, por isso muitos ainda não conhecem as funcionalidades do plano, mas a tendência é de que esse cenário mude nos próximos anos;, aposta.

Mesmo com a existência dos planos, o veterinário Lucas ressalta que é preciso prevenir quadros graves de saúde, que, ao contrário do senso comum, não surgem de repente. ;Há uma tríade importantíssima para proteção, que consiste em vacinação, alimentação adequada ; quantidade, qualidade e balanceamento ; e vermifugação. Boa parte das doenças pode ser evitada com essas medidas.;

Segurados para imprevistos

Até mesmo o mais cuidadoso dos donos pode se deparar com situações complicadas e foi justamente a aquisição de um plano de saúde pet que tranquilizou a empresária Jéssica Rayssa, 26 anos, quando a gata Mia foi atropelada. ;Ela teve que passar por uma cirurgia na pata e foi devido ao plano que consegui manter a internação e a cirurgia por que ela passou;, conta.

Na época, o plano contratado ainda estava no período de carência, mas, devido à situação de emergência, a empresária conseguiu reverter a situação com a seguradora. ;Mia precisou passar 10 dias internada e, apesar de o seguro só cobrir sete, já foi uma economia muito grande, sem contar os exames e medicamentos de que ela precisou.; A contratação tinha ocorrido poucos meses antes, por conta de Mia ter alcançado o quinto ano de vida e começado a requerer idas ao veterinário com maior frequência.

No começo deste ano, com a situação financeira apertada, Jéssica precisou cancelar o plano temporariamente. ;Pretendo voltar assim que possível, ainda mais agora que adotei um cachorro. A tranquilidade de não me preocupar com os custos quando os animais precisam de cuidados é muito bom, sem contar na possibilidade de oferecer profissionais de maior qualidade aos meus bichinhos.;

Assim como Jéssica, a auxiliar de saúde bucal Michelle Fernandes, 31 anos, também optou pelo serviço em busca de maior tranquilidade para a cadela Belinha. ;Animais costumam adoecer quando a gente menos espera e é frequente não ter um orçamento disponível imediatamente, por isso eu decidi contratar, antes mesmo de Belinha completar um ano, para que ela esteja segurada caso algo aconteça.;

Michelle conta que já precisou acionar o plano algumas vezes, principalmente para cuidados de rotina, como vacinação e consultas. ;Nunca tive problema. Pelo contrário, sempre fui muito bem assistida, e o plano superatende às necessidades da Belinha.; Outro ponto apontado pela auxiliar de saúde bucal é o preço do plano. ;Como a contribuição é mensal, consigo incluir as despesas médicas da Belinha como um gasto fixo, o que também facilita a minha organização financeira.;

*Estagiária sob supervisão de Sibele Negromonte

SamuVet
A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) aprovou em novembro o projeto de lei que cria o serviço de Atendimento Móvel de Urgência Veterinário, o SamuVet. O serviço deve funcionar 24 horas no atendimento de animais atropelados, em situação de risco e vítimas de maus-tratos. Iniciativas semelhantes já operam em Salvador (BA), Florianópolis (SC) e Campinas (SP).

Alguns planos disponíveis
  • Amigo Pet Assist: com cobertura em todo país, o plano tem perfis que custam entre R$ 45 e R$ 169, e incluem transporte, consultas e até mesmo assistência funeral, além de oferecer planos para viagens. www.amigoopet.com.br.
  • Health for Pet: as mensalidades variam entre R$ 61,86 ; plano básico para emergência, consultas de rotina e medicamentos ; e R$ 413,14 para o pacote premium, que inclui serviços como implantação de microchip, castração, reembolso e tratamentos dentários. www.health4pet.com.br.
  • Dog Life: a empresa oferece os planos Start, Essencial e Pet Max. Caso o tutor contrate o plano para mais de um animal, há descontos de 5% a 10%. O plano mais barato simulado sai por R$ 62 mensais. Fatores

    Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação