O homem das mil vitórias

O homem das mil vitórias

postado em 12/01/2015 00:00
 (foto: Saeed Khan/AFP )
(foto: Saeed Khan/AFP )



Dono de diversos recordes no circuito profissional de tênis, o suíço Roger Federer chegou a mais uma marca impressionante na carreira. Ao derrotar o canadense Milos Raonic na decisão do ATP 250 de Brisbane, na Austrália, o jogador de 33 anos chegou à vitória de número mil na carreira. Federer repete um feito que apenas dois outros tenistas na Era Aberta (desde 1968) haviam conseguido, o norte-americano Jimmy Connors (1253) e o tcheco naturalizado americano Ivan Lendl (1071).

;Esta partida foi diferente de qualquer outra em minha carreira. Nunca pensei em alcançar 500, 800 vitórias. Todos esses números não significavam nada para mim, mas, por alguma razão, mil significa muito, é um número enorme. Contar até mil demora bastante;, comemorou aquele que, para muitos, é o maior jogador da história do tênis.

As mil vitórias vieram depois de 1.227 partidas em torneios da ATP. Com o triunfo em Brisbane, Roger Federer passa a ostentar um total de 83 títulos em 125 finais.

Cabeça de chave número 1 em Brisbane, Federer disparou 21 aces, sete a mais que Raonic, e não cometeu duplas faltas. Das sete oportunidades para quebrar o saque do canadense, terceiro favorito, o suíço aproveitou três, o suficiente para vencer por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 6/7 (2/7) e 6/4, depois de 2h13min de disputa.

Além de conquistar o título e alcançar a marca histórica, Federer amplia sua confortável vantagem no confronto direto com Raonic. Em nove partidas desde a temporada de 2012, o suíço perdeu apenas uma, nas quartas de final do Masters 1000 de Paris 2014. Ambos nunca haviam se enfrentado em uma final.

Mito do tênis

Federer é o jogador com o maior número de títulos de torneios do Grand Slam ; US Open, Australian Open, Wimbledon e Roland Garros ;, com 17, e também de conquistas do ATP Finals, seis. Além disso, é o recordista de semanas como número 1 do mundo (302) e de semanas seguidas na ponta do ranking (237). De quebra, é quem mais faturou em prêmios na ATP, com mais de US$ 80 milhões.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação