Apuração contra Collor

Apuração contra Collor

postado em 13/11/2015 00:00
 (foto: Geraldo Magela/Agência Senado - 26/8/15)
(foto: Geraldo Magela/Agência Senado - 26/8/15)



A Procuradoria-Geral da República encaminhou ao Supremo Tribunal Federal (STF) um novo pedido de investigação em relação ao senador Fernando Collor (PTB-AL). A representação foi endereçada diretamente ao gabinete do ministro do STF Teori Zavascki. O magistrado é relator na Corte de todos os procedimentos relacionados à Operação Lava-Jato, que investiga o escândalo milionário de corrupção na Petrobras.O senador foi denunciado em agosto por suspeita de ter recebido R$ 26 milhões, entre 2010 e 2014, como pagamento de propinas por contratos na BR Distribuidora. Ele nega as acusações.


Em julho deste ano, durante a operação, policiais estiveram nas casas de Collor em Brasília e em Alagoas. Também realizaram buscas na TV Gazeta, que pertence à família do senador. Em delação premiada, o dono da construtora UTC, Ricardo Pessoa, disse ainda que Collor teria recebido R$ 20 milhões do esquema montado na Petrobras, entre 2010 e 2012.


No imóvel de Collor, ex-presidente da República, a famosa Casa da Dinda, no Lago Norte, os agentes federais apreenderam, além de documentos, três carros de luxo: uma Ferrari, um Porsche e uma Lamborghini. Na época, por meio de nota, o senador repudiou com veemência a operação da Polícia Federal.






Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação