Reunião e protesto

Reunião e protesto

» THIAGO SOARES
postado em 15/10/2016 00:00
 (foto: Andre Violatti/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Andre Violatti/Esp. CB/D.A Press)

Depois do anúncio do adiamento do reajuste, o GDF se reuniu com representantes das 32 categorias atingidas pela medida. No encontro realizado no Palácio do Buriti, o Executivo apresentou os motivos para o adiamento do reajuste. Do lado de fora, em um ato convocado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), cerca de 30 servidores públicos protestaram contra a decisão de adiar os aumentos. Revoltadas, as categorias prometem engrossar os movimentos ao longo da próxima semana. A expectativa é de direcionamento de greves e paralisações de serviços (veja Calendário).

O assessor jurídico do governo, René Rocha, a procuradora-geral, Paola Aires; o secretário da Casa Civil, Sérgio Sampaio; a secretária de Planejamento, Orçamento e Finanças, Leany Lemos; e o secretário de Fazenda, João Fleury, representaram o GDF na reunião. Entre as justificativas apresentadas pelo governo, foi dito que, se concedidos os reajustes, os vencimentos de todo o funcionalismo público poderiam atrasar em novembro. ;Isso é justamente para que o GDF não chegue à situação de outras 15 unidades da Federação que sofrem financeiramente, pagando salários atrasados e em parcelas;, disse Fleury.

As categorias enxergaram a medida do governo como uma quebra de acordo, uma vez que a última parcela havia sido suspensa em setembro do ano passado, com expectativa de pagamento em novembro. A presidente do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde (SindSaúde), Marli Rodrigues, garantiu que a categoria processará o governador por improbidade administrativa e também pedirá o impeachment de Rollemberg. ;Esse cancelamento não somente afeta o servidor como toda a população. O comércio fica enfraquecido e, com isso, um possível desemprego;, defendeu.




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação