PF sem verba para diárias

PF sem verba para diárias

Vera Batista
postado em 18/08/2017 00:00
Após suspender a emissão de passaportes por ;insuficiência do orçamento;, ontem, pelo mesmo motivo, a Polícia Federal decidiu abortar as missões administrativas. Desta vez, faltam recursos para o pagamento de diárias aos servidores que vão ao Rio de Janeiro, estado que vive uma onda de violência e a expansão do tráfico de armas e de entorpecentes. O problema se agrava porque não há expectativa de recomposição orçamentária até o fim do ano.

Segundo o presidente do Sindicato Nacional dos Servidores do Plano Especial de Cargos da Polícia Federal (SinpecPF), Éder Fernando da Silva, ;as grandes operações policiais, caso necessárias, não vão andar, porque não haverá pessoal para o trabalho de logística;.

A ordem de suspender as missões foi passada por meio de memorando. O setor de Administração e Logística da PF informou que a verba ainda não foi totalmente repassada pela cúpula do órgão. Diante da incerteza sobre a capacidade de custeio, a Superintendência orientou as chefias cariocas a só autorizarem ordens de serviço quando houver orçamento disponível.

A medida, segundo Silva, afeta apenas a categoria administrativa. As diárias policiais saem de fundo específico, o Funapol. ;Essa distinção é problemática. O fundo administrativo é menor, embora a carência de pessoal seja muito maior;, afirmou. Segundo Éder Silva, muitos profissionais estão com o reembolso das diárias atrasado há mais de três meses.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação