À espera dos torcedores

À espera dos torcedores

postado em 05/06/2018 00:00
Apesar do impacto, comerciantes de entretenimento estão com expectativas para a recepção de torcedores. Tradicional ponto de reunião nos dias de jogos, o bar Serpentina Zero Grau investiu para criar um ambiente atrativo aos clientes. ;Com o fim da crise, o pessoal se empolga de novo. Como ainda faltam alguns dias, esperamos bons resultados;, conta o gerente do estabelecimento, Jair Gasparin. Ele gastou cerca de R$ 15 mil com uniformes personalizados para os garçons e instalação de quatro tendas na área externa, com dois telões, além dos 10 televisores que estarão no ambiente interno.

O gerente afirma que há catálogo de promoções e outro de atrações que está sendo elaborado. ;Estou em negociação para oferecer cerveja mais barata, mas a dose dupla de chopp está garantida.; Ele lembra que Brasília é uma cidade de múltiplas culturas e, por essa razão, vai transmitir todos os jogo. Proprietário do Buteco da Boa e do Simpsons Bar, Roberto Anhezini, 47 anos, mostra-se menos otimista. ;Vamos transmitir todos os jogos, mas o comércio está apático. Não observo lugares enfeitados;, disse.

Presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) e vice-presidente do Sindicato dos Hotéis, Bares e Restaurantes do DF (Sindhobar), Rodrigo Freire se sente inseguro em fazer qualquer previsão do movimento de clientes nos estabelecimentos no período da Copa do Mundo.

Segundo ele, o cenário é de falta de previsibilidade. ;Vários eventos deixaram de ocorrer. Tivemos queda no faturamento em torno de 40% e vivemos uma insegurança nos aspectos de informação e de tudo que vai ocorrer. Se a partir de hoje (terça-feira), as coisas começarem a se normalizar, estimamos que demore duas semanas até tudo voltar ao normal;, informou.


Cancelamentos
Desde que a paralisação começou, diversos eventos no Distrito Federal foram cancelados, como o Campus Party. Também foram canceladas cerca de 5 mil reservas nos hotéis, o que representa aproximadamente 30% da média de ocupação para o período de greve.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação