Grita geral

Grita geral

postado em 13/03/2019 00:00
ÁGUAS LINDAS DE GOIÁS
DESCUMPRIMENTO DE HORÁRIO
O leitor Antônio Lima reclama do descumprimento de horários da empresa de transporte semiurbano UTB, que presta serviço à população de Águas Lindas de Goiás e faz a linha de Brasília para Morada da Serra, via Eixo. ;Essa é a linha com o maior furo de horário. Os passageiros ficam horas esperando o ônibus e nada de ele passar. Eu registrei várias reclamações junto à empresa, mas nada fazem. Quem deveria regularizar esta situação é a ANTT, mas a única coisa que ela faz é reajustar todo ano o valor das passagens. Se a ANTT estivesse preparada, não estaríamos nesta situação. Precisamos de uma solução urgente para este problema;, pediu o leitor.

; A equipe de Fiscalização da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) informou que já está fiscalizando a empresa UTB. Além disso, a equipe acrescentou que a reclamação será encaminhada à supervisão do Posto de Fiscalização e Atendimento de Brasília, para verificação no local. Para as reclamações terem mais agilidade e eficácia, a ANTT orienta aos usuários do serviço semiurbano de passageiros a registrar a reclamação pelos canais da Ouvidoria, telefone 166 (24 horas, sete dias na semana) ou pelo e-mail ouvidoria@antt.gov.br. Por fim, a ANTT afirmou que a empresa em questão será oficiada para responder e corrigir seus procedimentos.



LAGO SUL
MOSQUITO DA DENGUE
A médica Cássia Polcheira, 37 anos, mora no Lago Sul e conta que o pai dela foi diagnosticado com dengue na sexta-feira passada. ;Além das preocupações por conta da doença, estamos tendo mais dor de cabeça porque não conseguimos acionar a vigilância ambiental para que seja feita a verificação da região e, assim, se identificar o foco do mosquito. Isso representa um perigo para todos os moradores do local;, desabafa a mulher. De acordo com ela, a família já tentou contato por diversos números, porém, não conseguiram retorno ainda.

; Segundo a Secretaria de Saúde, todos os dias, as equipes de vigilância ambiental fazem ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, em todas as regiões administrativas. Para solicitar inspeção, o cidadão deve entrar em contato com a vigilância ambiental, pelo número 2017-1344 ou pelo 160. A população também pode comunicar focos e saber mais sobre as doenças transmitidas pelo mosquito no hotsite brasiliacontraoaedes.saude.df.gov.br.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação