Alta abstenção nas eleições da Tunísia

Alta abstenção nas eleições da Tunísia

postado em 16/09/2019 00:00
 (foto: Fethi Belaid/AFP)
(foto: Fethi Belaid/AFP)
A baixa participação popular marcou o primeiro turno das eleições presidenciais na Tunísia, o segundo pleito democrático da história do país africano. Segundo a agência Isie, organizadora das eleições, apenas 45,02% dos 7 milhões de tunisianos esperados foram às urnas, contra 64% no pleito de 2014. Oito anos após a Primavera Árabe, o país pioneiro do movimento vive uma tensão entre os diferentes grupos em disputa, o que faz das eleições um teste para a jovem democracia tunisiana. Entre os 26 candidatos estão o premiê Yussef Chahed, o magnata das comunicações Nabil Karui, preso e investigado por lavagem de dinheiro, e o professor universitário Kais Saied. Os dois últimos, intitulados antissistemas, afirmam ter passado para o segundo turno, tendo como base pesquisas de boca de urna. As primeiras preliminares oficiais estão previstas para amanhã.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação