Grita geral

Grita geral

postado em 02/01/2020 00:00


Areal
Falta de segurança


A estudante Ana Clara Oliveira, 22 anos, recalmou da falta de segurança no Areal, principalmente na região que fica atrás da Universidade Católica de Brasília. ;Eu saio da faculdade com medo. Na rua 22 da QS 7, durante a noite, é um terror. Quase não tem tráfego de pedestres depois que escurece, então os bandidos aproveitam. Aquela região é famosa por causa dos assaltos. Nunca vi policiamento no local. É uma queixa geral de pessoas que precisam passar ali durante a noite, a insegurança é diária;, lamentou a leitora.

; A Polícia Militar informou que realiza policiamento na região do Areal ininterruptamente. Constantemente há operações integradas, com reforço de policiamento de acordo com dados de mancha criminal da área, disponibilizados pela Secretaria de Segurança Pública. A PMDF acrescentou que, no ano passado, por exemplo, foram presas/apreendidas quase 700 pessoas suspeitas ou autores de crime e mais de 30 armas de fogo foram retiradas das ruas do Areal, Arniqueiras e adjacências. A corporação reiterou ainda que é muito importante que a população acione a Polícia Militar em caso de crimes ou caso alguém seja visto em atitude suspeita.


Samambaia
Ensino público sem vagas


A farmacêutica Jaqueline Cláudia Pereira, 23 anos, disse que tem enfrentado dificuldades para conseguir vaga para a irmã, de 10 anos, na rede pública de ensino do Distrito Federal. ;Moramos em Samambaia e tentamos matricular ela em uma escola aqui perto, mas faltam vagas com frequência e as crianças precisam percorrer longas distâncias para estudar;, contou.

; Em nota, a Secretaria de Educação (SEEDF) destacou que é importante efetivar a matrícula no local indicado pela pasta para garantir a vaga na rede pública de ensino, mesmo que ainda não seja o local de preferência do estudante. As consultas sobre as matrículas podem ser feitas no da secretaria. Posteriormente, segundo a pasta, serão divulgadas as datas para tentar a transferência de escola de acordo com as vagas disponíveis. Os prazos serão divulgados também no site da SEEDF. A secretaria informou ainda que todos os estudantes que fizerem o requerimento de matrícula, observando o prazo estipulado, terão vaga garantida em alguma unidade da rede pública.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação