Ele voltou

Ele voltou

» Renato Ferraz Enviado especial
postado em 13/11/2014 00:00
 (foto: Caio Mattos/Honda/Divulgação)
(foto: Caio Mattos/Honda/Divulgação)

Indaiatuba (SP) ; As companhias automobilísticas japonesas têm fama de conservadoras. Dizem que elas se movem como efetivamente o que são: grandes transatlânticos, que demoram uma ;eternidade; para fazer uma curva em pleno alto-mar. Lentas, talvez; não paradas. Ora, o Japão tem três entre as 10 maiores montadoras do planeta. A Honda, por exemplo, possui em média 4,8% do mercado global e é sétima na lista das top ten. Por isso, não estranhem o retorno do esportivo Honda Civic SI, desaparecido das concessionárias brasileiras desde 2010. Ele chega ;ousando; e ;inovando;: ao contrário dos concorrentes, como o popularíssimo GM Golf, ele não tem motor turbo. Sim, é um aspirado 2.6 16V de quatro cilindros que chega aos 204cv. Não tem também câmbio automático, daqueles com dupla embreagem cada vez mais popular no segmento. É um manual, de seis marchas bem curtinhas. E é um sedã cupê (de duas portas, claro). Avalie o que o arrojado e simpático modelo apresenta de diferente, perante aos demais e à última versão, e veja se ele vale mesmo R$ 119,9 mil.




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação