Quem ganha se Dilma cair?

Quem ganha se Dilma cair?

PLÁCIDO FERNANDES VIEIRA
postado em 12/09/2015 00:00

Há o risco de quebrar a cara quem aposta que o fim do governo Dilma, até mesmo por autodestruição, implica também o crepúsculo da era Lula/PT. Pelo contrário, se existe alguém trabalhando a todo vapor uma nova candidatura ao Planalto, esse alguém é Lula. Caso não tenha a trajetória interrompida pela Operação Lava-Jato, o ex-presidente deve chegar a 2018 como o nome mais forte da oposição para vencer a corrida eleitoral. E tem mais: quanto mais cedo Dilma cair, melhor para ele.


Não é à toa que, dia sim, outro também, cresce a impressão de que o Sapo Barbudo ; como Brizola costumava se referir a Lula ; está sempre em campanha e conspirando contra o Planalto. O ex-metalúrgico sabe que, quanto mais rápido Dilma deixar o cargo, mais tempo haverá para Temer ou quem quer que assuma o governo cair em desgraça. Pior: ser obrigado a tomar medidas impopulares e acabar responsabilizado pela herança maldita imposta ao país pelo próprio Lula e pela sucessora.
A herança maldita a que me refiro não tem a ver com distribuição de renda e programas sociais. Mas com o descalabro na economia, com a falta de reformas e investimentos no país para mudar o eixo da educação, da saúde, do saneamento e do transporte público. O mais vistoso programa do PT, o Bolsa Família, parou na conquista de 40 milhões de votos. Cadê o passo seguinte, a emancipação pela educação de boa qualidade, saúde, saneamento básico e mobilidade urbana de alto padrão?

Sem a conquista da cidadania, a dignidade humana fica comprometida, dependente de bolsas, de cotas e do populismo do governante de plantão. Se Dilma cai hoje, quem assumir amanhã acabará pagando pelo caos em que ela enfiou o Brasil. Na oposição, Lula dirá que ;nunca na história deste país; ninguém, exceto ele, fez tanto pelos pobres. E que essa história de mensalão, petrolão e corrupção a rodo é invenção da ;mídia golpista;. Tudo, claro, se Moro...

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação