Grita geral

Grita geral

grita.df@dabr.com.br (cartas: SIG, Quadra 2, Lote 340 / CEP 70.610-901)

postado em 23/02/2017 00:00
CEB
FALTA DE ENERGIA

A estudante da UnB Ana Karyna entrou em contato com o Correio informando as constantes faltas de energia elétrica que acontecem no câmpus Darcy Ribeiro, na Asa Norte. ;Frequento diariamente a biblioteca da UnB e não é raro a falta de energia elétrica no campus. Agora mesmo a energia caiu e não há previsão de retorno;, conta. Ela explica ainda que alguns alunos já fizeram contato com a CEB, porém nada foi resolvido.

; A CEB informou que a UnB é atendida pela Subestação Estádio Nacional e que a empresa é responsável pela manutenção do circuito que sai dessa subestação até o ponto de entrega na universidade. Segundo a companhia, toda a rede de energia dentro do câmpus pertence à UnB, portanto cabe à instituição fazer manutenções e reparos. ;Nas interrupções de energia recentes que ocorreram no local, a CEB constatou que a causa são galhos de árvores na rede interna do câmpus;, afirmou, em nota. O prefeito do câmpus Darcy Ribeiro, Valdeci da Silva Reis, disse que a falta de energia no circuito elétrico da Asa Norte, administrado pela CEB, afetou a UnB, e que nenhuma causa interna contribuiu com o ocorrido.




NOVACAP
BURACOS NA RUA

A leitora Luana Lacerda, 20 anos, procurou a equipe do Grita Geral para reclamar sobre a quantidade de buracos na pista de descida da Epig para o Setor Policial. ;Nesse trecho da pista está cheio de buracos há muito tempo. É uma descida com curva e o fato de ter que ficar desviando de buracos contribui para que aconteçam acidentes;, relata. Ela afirma também que, ao entrar na pista do Setor Policial, há uma grande quantidade de remendos malfeitos.

; A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) informou que enviou técnicos ao local e que os reparos serão feitos até a próxima semana. ;Informamos ainda que a população, que está mais próxima da situação, pode apontar os locais que necessitam de reparos nas administrações regionais ou na Ouvidoria do Governo de Brasília, pelo telefone 162;, finalizou a companhia.




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação