Bolsa tem alta de 1,78%

Bolsa tem alta de 1,78%

postado em 30/03/2018 00:00
A Bolsa de Valores de São Paulo (B3) aproveitou o clima positivo no mercado externo e de investidores interessados no leilão de petróleo e encerrou o dia de ontem com alta de 1,78%, com o Índice Bovespa em 85.366 pontos. Ao longo do pregão, a B3 chegou a registrar alta de 2,19%.

Em Nova York, o Índice Dow Jones subiu 1,07%. Os contratos futuros de petróleo fecharam com alta de quase 1%, puxando os papéis das companhias de energia, como Chevron, que subiram 1,73%, e ExxonMobil, que saltaram 2,47%.

Na B3, a ação da Braskem liderou a lista das maiores valorizações do Ibovespa, subindo 6,81%. Os papéis preferenciais da Petrobras ficaram entre os cinco mais negociados, registrando alta de 0,99%. O volume total de transações na B3 foi de R$ 10,86 bilhões. O real acabou se valorizando e o dólar caiu 0,84%, cotado a R$ 3,303 para a venda.

A economista-chefe da XP Investimentos, Zeina Latif, lembrou que o bom desempenho dos mercados também refletiu o otimismo de novos cortes nos juros pelo Banco Central, que divulgou o Relatório de Inflação sinalizando que pode não interromper o ciclo em maio. ;Além do leilão, a sinalização do BC de que deixará a porta para a redução dos juros além de maio animou os investidores;, destacou.

Para o economista-chefe da Sul América Investimentos, Newton Rosa, o mercado brasileiro não ficou alheio a mais uma crise política do governo Michel Temer, mas está evitando uma reação precipitada diante da possibilidade de uma nova denúncia de corrupção contra o presidente. ;Essa denúncia é importante no jogo eleitoral, mas não muda o quadro econômico;, resumiu. (RH)

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação