Bêbado mata ciclista

Bêbado mata ciclista

PATRÍCIA NADIR Especial para o Correio
postado em 18/02/2019 00:00
O Distrito Federal registrou outra morte no trânsito no domingo. O ciclista Luiz Deo de Castro, 61 anos, não resistiu após ser atropelado na DF-001, no Recanto das Emas, em frente à antiga Granja das Oliveiras, às 18h. O motorista envolvido no atropelamento, de 59 anos, foi submetido ao teste do bafômetro, que apontou ingestão de álcool de 0,21 mg/L, abaixo dos 0,34mg/L, índice que possibilita ao condutor responder criminalmente por embriaguez ao volante. Mas, segundo a Polícia Militar, ele foi preso por ser envolvido em acidente com morte.

O acusado dirigia um Voyage preto e permaneceu no local até a chegada do socorro. Segundo o Corpo de Bombeiros, a vítima atravessava a pista empurrando a bicicleta na hora do acidente. Nove militares atenderam a ocorrência, que também envolveu ambulâncias do Samu. O Correio fez contato com a Divisão de Comunicação da Polícia Civil (Divicom) para detalhar as informações sobre a prisão do motorista, mas não obteve retorno até o fechamento desta edição.

A lei seca não permite a direção de veículos sob qualquer quantidade de bebida alcoólica ingerida pelo condutor. Os que são flagrados nas blitzes de trânsito podem realizar o teste do etilômetro, conhecido como bafômetro. Caso o índice seja de até 0,34mg/L, o motorista recebe uma infração gravíssima. A penalização prevê perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), retenção do documento e multa de R$ 2.934,70. (AR).

0,21 mg/L
Índice de álcool medido no teste do bafêmetro realizado pelo motorista

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação