Microscópio portátil

Microscópio portátil

postado em 06/05/2019 00:00
Impresso em 3D com materiais de baixo custo, um portátil microscópio de alta resolução poderá ser utilizado para melhorar a atuação de profissionais de saúde em lugares de difícil acesso. Segundo cientistas da Universidade de Connecticut, criadores do dispositivo, ele ajudará na detecção e no combate de diabetes, doença falciforme e malária, entre outras enfermidades.

;Esse novo microscópio não requer nenhuma coloração especial ou rótulos e pode ajudar a aumentar o acesso a testes de diagnóstico médico de baixo custo. Isso seria especialmente benéfico no desenvolvimento de partes do mundo em que há acesso limitado a cuidados de saúde e poucas instalações de diagnóstico de alta tecnologia;, ressalta, em comunicado, Bahram Javidi, líder da pesquisa, divulgada na revista Optics Letters.

O equipamento é baseado em microscopia digital holográfica e produz imagens em 3D com o dobro de resolução do método tradicional. A melhora nessa característica se deve ao uso combinado de iluminação uniforme e uma técnica de super-resolução conhecida como microscopia de iluminação estruturada. ;A impressão 3D do microscópio nos permitiu alinhar de maneira precisa e permanente os componentes ópticos necessários para fornecer a melhoria da resolução e, ao mesmo tempo, tornar o sistema muito compacto;, resume Javidi.

Segundo ele, os componentes ópticos do microscópio e o material para a impressão são encontrados facilmente no mercado, o que facilita a replicação da tecnologia. Testes adicionais mostraram que o sistema é suficientemente estável para analisar as flutuações das células biológicas ao longo do tempo. ;Nosso design fornece um sistema altamente estável e com alta resolução. Isso é muito importante para examinar estruturas e dinâmicas subcelulares, que podem ter detalhes e flutuações notavelmente pequenos;, ressalta o cientista. Para a equipe, o sistema está pronto para o uso prático. Ainda assim, eles seguem trabalhando para melhorar a resolução do equipamento.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação