Transações galácticas agitam o mercado

Transações galácticas agitam o mercado

Desembarque do lateral-direito Daniel Alves leva centenas de são-paulinos ao Aeroporto de Congonhas. Após contratações milionárias, Flamengo sonda mais um reforço: o italiano Mario Balotelli

postado em 06/08/2019 00:00
 (foto: Reprodução/São Paulo FC
)
(foto: Reprodução/São Paulo FC )



Anunciado como reforço do São Paulo, Daniel Alves ganhou uma recepção digna de um dos maiores jogadores do futebol mundial na atualidade. Vindo de Fortaleza, onde curtia as férias após o título da Copa América com a Seleção Brasileira, o lateral-direito foi saudado, ontem, por um mar de são-paulinos durante o desembarque no Aeroporto de Congonhas, na capital paulista.

Os torcedores começaram a se reunir no local antes mesmo do meio-dia, mas a aglomeração ganhou notoriedade por volta das 13h30, quando os integrantes das torcidas chegaram, agitaram as bandeiras e entoaram gritos exaltando o jogador e o clube. Como o voo estava previsto para aterrissar às 15h, deu tempo de mais gente aparecer em busca de um contato com o jogador.

Diante desse cenário, Daniel Alves, que apareceu no saguão de desembarque por volta das 15h40, foi recebido por uma verdadeira multidão. A princípio, seria formado um corredor para a passagem do lateral-direito, mas o alvoroço foi tanto que o jogador teve de sair escoltado por seguranças até uma van que o esperava do lado de fora. Não foi sequer possível vê-lo em meio ao mar tricolor.

Ainda ontem, o atleta passou por exames no CT da Barra Funda e foi integrado ao elenco. Hoje, o jogador voltará a ter contato com a massa são-paulina, às 20h, no Morumbi, onde será apresentado em uma festa de gala. Com ingressos a R$ 5 e mais de 20 mil entradas comercializadas, o evento contará com convidados especiais, entre outras surpresas reservadas para atleta e o público. A expectativa é de que mais de 45 mil pessoas compareçam ao local, superando o número de presentes na volta de Luís Fabiano, em 2011.

Daniel Alves foi anunciado como reforço do São Paulo na noite da última quinta-feira. Com propostas de times da Europa, o campeão e melhor jogador da última Copa América preferiu jogar no tricolor paulista. O lateral-direito posou para fotos beijando o escudo do clube de coração e não escondeu a felicidade de atingir um antigo objetivo. ;Sonho de torcedor realizado pelo jogador;, escreveu nas redes sociais.

Padrão Fifa

A contratação de Daniel Alves pelo São Paulo é, além de bombástica, uma novidade para o futebol brasileiro. A chegada do capitão da Seleção Brasileira ao tricolor paulista representa uma marca importante para o futebol nacional: será a primeira vez que um jogador eleito para a seleção da Fifa no ano anterior atuará por um clube do país.

No final da última temporada europeia, quando ainda vestia a camisa do Paris Saint-Germain, Daniel Alves foi escolhido para a equipe ideal do ano pela quarta vez seguida ; a oitava indicação em toda a carreira. A próxima cerimônia Fifa The Best, que, entre outros prêmios, elege os 11 melhores da temporada, ocorrerá em 23 de setembro. Até lá, o brasileiro de 36 anos segue sendo o melhor lateral-direito do mundo, segundo a entidade.

A negociação que se equipara a do novo são-paulino, mas ainda mais emblemática, foi a de Romário com o Flamengo, em 1995, quando ainda não era premiada a seleção da temporada pela Fifa. Na ocasião, o ex-atacante fechou com o rubro-negro meses depois de vencer a Copa do Mundo com o Brasil, em 1994, e ser eleito melhor jogador do mundo, no mesmo ano.

Enquanto disputava a Copa América com a Seleção Brasileira, Daniel Alves disse que não retornaria tão cedo ao Brasil, mas que o São Paulo seria a prioridade pelo fato de ser torcedor do clube. O lateral-direito chegou a afirmar que o time tricolor do início da década de 1990, comandado por Telê Santana, foi uma das grandes inspirações para se tornar jogador de futebol.




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação