Brasília-DF

Brasília-DF

por Denise Rothenburg » deniserothenburg.df@dabr.com.br
postado em 09/08/2017 00:00


O balão da hora

As especulações sobre aumento do Imposto de Renda da pessoa física com novas faixas de 30% e 35% não surgiram por geração espontânea. A ideia, apesar dos desmentidos do Planalto sobre o tema, é sim colocar o assunto na roda de forma a fazer um alerta à base aliada: para os parlamentares aceitarem a reforma da Previdência, em especial, o fim dos privilégios daqueles que recebem altas aposentadorias no setor público. O Poder Executivo segue assim a velha máxima: quando você quer resolver um problema ou considerá-lo menor, basta colocar outro maior na roda. O deputado Darcísio Perondi, grande aliado de Temer, não esconde a estratégia: ;Ou fazemos a reforma da Previdência ou a saída será impostos;, diz.

O tropeço de Janot I
Em conversas para lá de reservadas, advogados e juristas afirmam que o
procurador-geral da República, Rodrigo Janot, jamais poderia ter anunciado em entrevista que fará uma nova denúncia contra o presidente Michel Temer com base em delações que ainda não foram fechadas oficialmente. Agora, caberá ao procurador acelerar o trabalho.

O tropeço de Janot II
A avaliação de alguns juristas é a de que Janot, ao fazer o anúncio em entrevista à Folha de S,Paulo na última segunda-feira, tentou capturar a agenda do país, no sentido de parar tudo que está em curso para que se espere o que vem da PGR contra Temer. Denúncia, dizem muitos, não se anuncia. Apenas se apresenta.

Ancine em disputa
A posse do novo ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, ainda não foi suficiente para selar a paz na Ancine. Estava tudo certo para que o produtor Christian de Castro assumisse a presidência da agência. Porém, na última semana, aterrissou na Casa Civil a indicação do procurador da Ancine, Alex Braga, para o posto de comando. Alex é ligado ao ex-presidente Manoel Rangel, aquele que incentivou o ;fora, Temer; no festival de Cannes. A indicação, entretanto, é atribuída à deputada Soraya Santos (PMDB-RJ).

Serviço para ontem
Amanhã tem visita às obras emergenciais de captação da água do Lago Paranoá. O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, e o governador Rodrigo Rollemberg vão conferir in loco o investimento de mais de R$ 40 milhões da União para garantir o abastecimento por aqui. O contrato de execução pelo GDF foi assinado em abril. Metade do tempo já se passou.

Time que venceu;
;Não se mexe. A estratégia em curso no PMDB é entregar a relatoria de uma possível denúncia contra Michel Temer ao deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), que teve o parecer aprovado quando da primeira denúncia.

Sinceridade, só em ;off;/ Pode perguntar a qualquer deputado o que interessa dentro da reforma política para este ano. Nas declarações públicas entram ;melhorar a política do país, fidelidade ao voto do eleitor etc;. Nos bastidores, a resposta é uma só: o fundo para financiar as campanhas. O resto é perfumaria.

Revezamento/ Sem poder acompanhar toda a agenda de Lula no Nordeste, os senadores petistas fizeram uma ;escala;: em cada cidade, dois acompanharão o ex-presidente no périplo de 17 de agosto a 4 de setembro.

Enquanto isso, na sala de café... /O deputado Heráclito Fortes contava a quatro ventos a história do candidato a prefeito de Miguel Leão (PI) que perdeu a eleição depois que passou
a exibir um vídeo com Lula. Eis que chega o deputado Sílvio Costa,
lulista roxo: ;Até parece que a culpa
foi de Lula;;.

Rodrigo na roda/ O presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, Rodrigo Pacheco (foto), do PMDB de Minas Gerais, é o entrevistado de hoje no programa CB.Poder, ao vivo, às 13h30, na TV Brasília, com transmissão ainda pela página do Correio Braziliense no Facebook.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação