Aves à mesa

Aves à mesa

postado em 15/05/2015 00:00
 (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
)
(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press )


quando inaugurou, em 1999, o Bar das Codornas tinha somente três petiscos no cardápio: codorna frita com farofa de ovos e cheiro verde (R$ 18), pescoço de peru com fatias de pão francês (R$ 35) e o indefectível caldinho de feijão (R$ 10). Assim permaneceu por quase cinco anos.

Com o passar do tempo, outros 18 tira-gostos foram acrescentados, mas sem alterar o reinado das receitas, consumidas pela maioria dos clientes do bar de decoração simples dirigido pela dupla mineira Carlos Lúcio Martins e Marcelo Rosa de Lima.

Se há quem torça o nariz para o pescoço de peru ao molho pomodoro, outros têm na ave um de seus preparos preferidos de boteco. É o caso do DJ Barata, nome por trás do Coletivo Criolina que, recentemente, assumiu as baquetas no grupo Muntchako.

;Conheci o prato um ano depois que o bar abriu, após um ensaio com amigos;,conta o DJ.

Para ele, o petisco combina com cerveja gelada. Boa pedida é a Original (R$ 9 ; 600ml). ;A pilsen vai bem com quase tudo;, afirma o proprietário Marcelo Rosa de Lima.

Segredo revelado

Marcelo de Lima relutou em contar os segredos do famoso pescoço de peru servido na casa. Diante de muita insistência, revelou o passo a passo da receita ao Divirta-se Mais. ;O pescoço é escaldado e depois, cozido por 20 minutos na panela de pressão com tomate, cebola, pimentão e extrato de tomate;, explica. O toque especial é a adição de 200ml de conhaque antes do cozimento.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação