Dois artistas de Brasília

Dois artistas de Brasília

postado em 01/08/2015 00:00





Galeno e Gê Orthof fazem parte da lista de 402 artistas selecionados para a 10; Bienal do Mercosul. O primeiro vai integrar uma exposição que relaciona a produção contemporânea com o universo popular e o segundo estará em Marginália da forma, dedicada à herança modernista na arte brasileira.

Há dois anos, Galeno decidiu passar mais tempo na terra natal, o Delta do Parnaíba (PI), para se reaproximar das referências populares que sempre pautaram sua obra. Desde então, diz que o trabalho ganhou coerência e consistência. ;É muito interessante trabalhar aqui;, explica. ;Porque a convivência com pescadores e com as pessoas do Delta é maior e meu trabalho vive disso.; As quatro obras selecionadas para a Bienal foram produzidas no Piauí.

As son(h)adoras, de Gê Orthof, é uma instalação com caixinhas de música em estruturas de acrílico coloridas. Inédita em Brasília, a obra só foi mostrada na SPArte e faz uma brincadeira com memórias, percepções e ideologias. As caixinhas tocam, incessantemente, a Internacional comunista e La vie en rose. A ideia de Orthof é que, depois do romantismo provocado pela canção francesa, o público se depare com a seriedade ideológica proposta pela Internacional. ;Esse trabalho é basicamente sobre a utopia e esse embate dentro da própria estrutura das caixas;, avisa.




10; Bienal do MErcosul
De 8 de outubro a 22 de novembro, em Porto Alegre

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação