Mestre do churrasco

Mestre do churrasco

postado em 01/06/2018 00:00
 (foto: Antonio Cunha/CB/D.A. Press
)
(foto: Antonio Cunha/CB/D.A. Press )


Pode até parecer brincadeira, mas o sobrenome do chef de cozinha Paulo Picanha é real. ;Está na certidão de nascimento;, explica. O gaúcho é dono da empresa Doutor Picanha, especializada na realização de churrascos para eventos.

Há 10 anos, Paulo trabalha no empreendimento. As marcas registradas da Doutor Picanha são a qualidade e o sabor do autêntico churrasco gaúcho. Paulo trabalha em Brasília desde a fundação da empresa, mas já levou o projeto para outros estados e países.

;Primeiro, tem que ser uma carne de qualidade e ter um bom fogo. O restante é muito fácil;, explica o chef sobre o ideal para o preparo da picanha. Paulo conta que o segredo para uma carne bem assada está nas técnicas de preparação. ;Se você tem um fogo muito fraco, não vai conseguir assar a carne toda a tempo. A falta do fogo não deixa a parte do meio chegar no ponto ideal;, pontua.

Ele também conta que, se o fogo estiver excessivamente alto, a carne ficará ressecada. ;O ideal é que a carne asse na brasa. A brasa é que assa o churrasco, o fogo queima;, termina.

O serviço oferecido pela Doutor Picanha é um bufê. Quem contrata o trabalho da empresa tem direito a carnes variadas, saladas, pão de alho e queijo coalho. Para um evento com 50 participantes, o churrasco pode sair a R$ 60 por pessoa (sem bebidas), R$ 75 por pessoa (com refrigerante, suco e água) ou R$ 90 por pessoa (com cerveja, caipirinha e caipirosca).

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação