Mais protestos na Turquia

Mais protestos na Turquia

postado em 17/05/2014 00:00
 (foto: Bulent Kilic/AFP)
(foto: Bulent Kilic/AFP)



A polícia da Turquia respondeu com bombas de gás lacrimogêneo, canhões de água e balas de borracha a milhares de pessoas que protestavam ontem contra o governo em Soma, onde ao menos 284 trabalhadores morreram, na terça-feira, no mais grave acidente já registrado no país no setor da mineração. Alguns manifestantes atiraram pedras na direção da tropa, que aparentava constrangimento, e os confrontos deixaram cinco feridos, entre eles dois policiais. Protestos se repetem nas principais cidades turcas e os sindicatos promoveram uma greve nacional para denunciar as condições de trabalho dos mineiros, em especial desde a privatização do setor pelo governo do premiê Recep Tayyip Erdogan, vaiado e hostilizado quando visitou o local da tragédia, na quarta-feira. Na ocasião, ele declarou que ;acidentes são próprios da natureza das minas;, alimentando a revolta de sobreviventes e parentes das vítimas. Imagens de um assessor do premiê agredindo um manifestante caído, durante a tumultuada visita, contribuíram para acirrar os ânimos da população e podem comprometer os planos de Erdogan para disputar a eleição presidencial, em 10 de agosto.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação