Destaque na educação

Destaque na educação

postado em 26/11/2014 00:00
 (foto: Paula Rafiza/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Paula Rafiza/Esp. CB/D.A Press)


O Distrito Federal também apresentou melhoras nos três indicadores que compõem o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): educação, longevidade e renda. Entre 2000 e 2010, o primeiro passou de 0,516 para 0,701. O segundo cresceu de 0,791 para 0,857. E o último passou de 0,769 para 0,826. Os números apontam que a dimensão do ensino foi a que teve um avanço maior, com um aumento de 0,185.

A região que apresentou a melhor classificação nesse quesito foi Águas Claras, com 0,936. Nas últimas colocações do ranking, no entanto, podem ser encontradas algumas zonas rurais do Distrito Federal que atingiram índices de apenas 0,481. ;Ainda que os indicadores de educação tanto no DF como em outras regiões metropolitanas do Brasil tenham sido os que mais melhoraram, eles também são os que têm a maior disparidade entre os municípios;, detalha o presidente do Ipea, Sergei Soares.

A estudante Renata Gama, 17 anos, mora na Estrutural e vivencia diariamente essa situação de desigualdade. À procura de melhores condições de ensino, matriculou-se no Centro Educacional 2 (CED 2) do Cruzeiro, onde cursa o 2; ano do ensino médio. ;A diferença com as escolas da Estrutural é enorme. Além do CED 2 ser mais moderno, o ambiente de estudo é completamente diferente, e os alunos são muito mais dedicados. Sinto-me mais bem atendida;, relata. (PS)

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação