>> DEU no www.correiobraziliense.com.br

>> DEU no www.correiobraziliense.com.br

postado em 13/09/2015 00:00

Acidente com mortes em Paraty
Duas mulheres morreram em um acidente entre
um carro e um ônibus da empresa Colitur, na noite de sexta-feira, na rodovia Rio-Santos, altura de Paraty. As vítimas, Emília Silva, 40 anos, e Maria Loreno, 20, estavam no carro. Segundo a prefeitura de Paraty, o ônibus fazia o trajeto Paraty-Angra dos Reis e estava parado no acostamento, para que passageiros descessem, quando foi atingido na traseira pelo carro. Três pessoas ficaram feridas. O acidente aconteceu cinco dias depois que outro ônibus da Colitur tombou, na estrada que liga o centro de Paraty ao distrito de Trindade, e deixou 15 mortos e 66 feridos. Um inquérito apura as circunstâncias do acidente de domingo.

Jovem fura bloqueio e é morto

Um rapaz de 21 anos foi baleado no pescoço e morreu na noite de sexta-feira, depois de atropelar um militar da Marinha que fazia o bloqueio de uma rua na localidade de Moneró, na Ilha do Governador (Zona Norte). Felipe Jordão da Silva Ferreira, cobrador de van, foi baleado por um sargento da Marinha, colega do militar atropelado. Segundo a polícia, por volta das 23h, Felipe tentou furar o bloqueio, feito por fuzileiros navais, e acabou atropelando um dos batedores que fechavam a Rua Jaime Perdigão. A irmã da vítima, Fernanda, 23 anos, que estava no banco do carona, disse aos policiais que, depois do atropelamento, um militar disparou, de dentro de um carro da Marinha, contra a janela do motorista, e atingiu Felipe.

Três anos em cárcere privado

Um homem foi preso em Marília (435km de São Paulo), na sexta-feira, acusado de manter a mulher presa dentro de casa durante três anos, período em que ela teria sido constantemente agredida. Segundo a Polícia Civil, a vítima não podia sair da residência, na zona rural da cidade, nem para ver a família. Como os contatos eram feitos somente por telefone, os parentes resolveram visitar o casal. Lá, encontraram a mulher com sinais de subnutrição, pesando apenas 39kg, e com marcas de agressão. Eles a resgataram da casa e acionaram a polícia. José Rodrigues Santa Rosa, 31, teve sua prisão preventiva decretada, suspeito de cárcere privado, tortura e violência doméstica. Ele ficará preso até o julgamento, que ainda não tem data para ocorrer.

Chuvas melhoram reservatórios

As chuvas melhoraram o nível dos reservatórios de todos os mananciais do estado de São Paulo ontem. A pluviometria nos primeiros 12 dias de setembro já superou a média histórica para o mês em todos os reservatórios do estado, segundo boletim da Sabesp. Apesar disso, a crise hídrica ainda permanece. No Cantareira, a pluviometria no manancial chegou a 107,8mm ontem, superando a média histórica do mês (86,6mm). Mesmo assim, o volume armazenado ainda está deficitário em -13,2%, segundo o cálculo negativo feito pela Sabesp. Pelo índice tradicional, o volume armazenado no Cantareira subiu de 15,7% na sexta-feira, para 16% ontem. É o quarto dia seguido de aumento na quantidade de água represada nesse sistema.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação