Redução de temporários

Redução de temporários

postado em 17/12/2015 00:00
O pessimismo em relação à data reduziu a contratação de funcionários extras para a época. De acordo com o superintendente do CNDL, Éverton Correia, o crescimento dessa modalidade de trabalho foi mínimo neste ano. ;Empregos temporários ajudam os brasileiros a quitarem dívidas e consequentemente, consumirem mais nesta época do ano. Se isso cai, o consumo também cairá. Uma coisa puxa a outra;, explica.

Carlos Lima, 30 anos, vendedor de uma loja de roupas no shopping, explica que está há 10 anos no comércio e, desde que iniciou na profissão, não viu um Natal tão ruim. ;Percebo que as pessoas ainda vêm as lojas com a mesma frequência, mas já não consomem como antes. As compras que chegavam a R$ 3 mil viraram R$ 1 mil ou muito menos;, completa. Ele acha necessário facilitar as condições de pagamento. ;Temos feito promoções, descontos e ajudado o cliente a nos ajudar;, brinca.

Apesar das expectativas ruins, Adriana Colloca, superintendente da Associação Brasileira dos Shopping Centers estima aumento de 6% nas vendas do segmento. ;Os shoppings oferecem uma série de vantagens ao consumidor;, disse. A cabeleireira Elba Oliveira, 52 anos explica que se sente desestimulada para fazer compras este ano. ;Eu ainda escolho shopping pela comodidade e praticidade, mas este ano estou comprando muito menos;, explica. (MA)



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação