>> DEU no www.correiobraziliense.com.br

>> DEU no www.correiobraziliense.com.br

Para saber mais sobre essas notícias, acesse www.correiobraziliense.com.br

postado em 20/05/2016 00:00
 (foto: Estudio Zen/Divulgação - 12/1/16 )
(foto: Estudio Zen/Divulgação - 12/1/16 )
PF prende sete vereadores
em Governador Valadares


A Operação Mar de Lama 3, deflagrada ontem, prendeu sete vereadores de Governador Valadares, em Minas Gerais. A ação foi deflagrada pelo Ministério Público do estado, pela Polícia Federal e pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle. Segundo o promotor de Justiça Evandro Ventura, do Gaeco foram apreendidos dinheiro vivo, carros de luxo e barras de ouro. Um dos esquemas descobertos pelo Ministério Público de Minas operava dentro da Câmara dos Vereadores de Valadares. Segundo o promotor, foi identificado um ;sistema de pagamentos; a vereadores. Uma empresa de transporte coletivo da cidade pagaria entre R$ 2.600 e R$ 13 mil a cada vereador envolvido, ;com periodicidade pequena, por vezes quinzenal ou mensal;. Os investigadores apuraram que a empresa de ônibus conseguiu, ;mediante pagamento;, aumentar o preço da passagem na cidade e tirar da pauta da Câmara um projeto de lei que beneficiaria o transporte de deficientes.


Adolescente morre em hospital
depois de esperar parto por 17 horas


A adolescente Maria Eduarda de Lourdes Almeida, 15 anos, grávida de 39 semanas, morreu após esperar 17 horas pelo parto na Santa Casa de Barretos, interior de São Paulo. A paciente entrou no hospital às 5h de domingo, mas só foi encaminhada para o parto cirúrgico depois que apresentou convulsão, às 22h. O bebê nasceu de cesariana, mas a mãe entrou em coma e não resistiu. O atestado de óbito apontou edema cerebral e doença hipertensiva da gestação. A família acusa o hospital de negligência. De acordo com Angélica de Almeida Oliveira, irmã da vítima, Maria Eduarda havia feito todos os exames de pré-natal e nenhum deles apontou qualquer problema. O médico que fez o parto disse à família que a paciente precisava ser transferida para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas não havia leito disponível no hospital. Ela ficou na sala de emergência à espera da vaga e, 30 horas depois, morreu. O Hospital não reconhece responsabilidade. Em nota, argumentou que ;a conduta médica foi respeitada, considerando que a todo momento a parturiente teve acompanhamento médico;.


Gilberto Gil deixa hospital
e anuncia novos shows


O cantor baiano Gilberto Gil, que estava internado em São Paulo, usou as redes sociais ontem para agradecer o carinho dos fãs e anunciar os próximos shows. Um post feito em um perfil oficial do compositor informa que ele deixou o Hospital Sírio Libanês após terminar um checape, que precisou interromper para realizar os shows da turnê ao lado de Caetano Veloso nos Estados Unidos e na Europa. No post, o artista também anunciou que em 9 de junho vai cantar no show beneficente para os 25 anos da ONG Saúde Criança. ;Alô, Rio de Janeiro! Tudo bem por aqui, já voltando para casa. Obrigado a todos pelo carinho! Logo mais temos encontro marcado em show beneficente para os 25 anos do Saúde Criança, em 9 de junho. Nos vemos lá!”


Com sensação térmica de -24;C,
Santa Catarina tem recorde do ano


Pelo terceiro dia consecutivo, a Serra Catarinense amanheceu abaixo de zero. Nesta manhã de quinta-feira, no entanto, houve um novo recorde de registros negativos. Às 5h fazia -4,3 ;C em Urupema, a temperatura mais baixa do ano. Urupema é considerada a cidade mais fria do Brasil. Segundo a prefeitura do município, as casas e os quintais amanheceram brancos. No Morro das Torres, com cerca de 1.750 metros de altitude, as águas das cascatas congelaram antes de tocar o solo. Em Bom Jardim da Serra e São Joaquim, o gelo cobriu a paisagem e até as flores dos jardins ficaram petrificadas. Tanto frio é explicado como o encontro de massas frias polares e da Patagônia, que devem se dissipar com a chegada do sol hoje. A sensação térmica em Urupema despencou para -24;C, considerando a geada, os cristais de gelo na superfície e o vento.


São Paulo compra 1 milhão de
doses da vacina contra a gripe H1N1


A compra de mais um milhão de doses de vacina contra a gripe H1N1 foi anunciada pelo governo paulista ontem. As doses serão fornecidas pelo Instituto Butantan para reforçar a campanha de vacinação no estado de São Paulo. O custo não foi revelado pelo Palácio Bandeirantes, que anunciou a compra em Severínia, a cerca de 400 quilômetros da capital. O governador Geraldo Alckmin disse que as doses começam a chegar aos postos de saúde a partir da próxima segunda-feira. Oficialmente, a campanha de vacinação termina hoje. Alckmin não falou em prorrogação, mas há prefeituras interessadas em prosseguir com a imunização. Cidades do interior paulista registraram falta das doses nesta semana, como São José do Rio Preto, onde cerca de sete mil pessoas não foram vacinadas A Secretaria Municipal de Saúde da cidade relatou que mesmo integrantes do grupo prioritário, como gestantes e crianças, ficaram sem a imunização.








Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação