Eurocopa sob guarda

Eurocopa sob guarda

postado em 20/05/2016 00:00
A França lançará mão de ;todas as suas forças; para garantir a segurança da Eurocopa de futebol, declarou o ministro das Relações Exteriores, Jean-Marc Ayrault, após a queda ainda do avião da EgyptAir entre Paris e Cairo ; a suspeita principal era de que tenha sido alvo de um atentado. A Eurocopa, que confronta as seleções nacionais do continente, será disputada de 10 de junho a 10 de julho.

;Nós comprometemos todas as nossas forças para garantir a segurança de todos os que vivem na França e de todos os que vêm, e dos que virão, em particular, para a Eurocopa 2016;, declarou Ayrault em Bruxelas, ao ser questionado sobre se foram tomadas medidas adicionais para reforçar a segurança nos aeroportos franceses.

O ministro pediu, porém, que se evite ;qualquer especulação; sobre as causas da tragédia, depois que as autoridades egípcias falaram de um possível atentado cometido por extremistas.

;Evidentemente, desejamos conhecer a verdade e informar às famílias que sentem dor, pena e desespero;, argumentou Ayrault. ;Mas não temos, por enquanto, qualquer informação; sobre as causas da queda do avião da EgyptAir no Mar Mediterrâneo, insistiu.

Em relação aos aeroportos, o chanceler francês lembrou que ;as medidas de segurança foram fortemente reforçadas na França; depois dos atentados de 13 de novembro, em Paris, e são ;constantemente; avaliadas em relação ;ao nível da ameaça; terrorista.

;Vocês sabem o quanto temos nos mobilizado para garantir a segurança e, em particular, por ocasião da Eurocopa;, insistiu, acrescentando que as autoridades mobilizavam ;todas as competências e os meios necessários; e cooperam com outros países.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação