Promessa de um time forte

Promessa de um time forte

O novo técnico da Chapecoense terá a missão de preparar equipe para o seu mais importante torneio, a Libertadores

postado em 10/12/2016 00:00


A reconstrução da Chapecoense depois do desastre aéreo deu mais um passo ontem. A diretoria apresentou a nova composição do Departamento de Futebol, com direito à chegada do novo técnico: Vagner Mancini. O treinador afirmou estar honrado com a oportunidade e prometeu ter em mãos uma equipe de qualidade para a próxima temporada.

;Temos em mente que precisamos de uma equipe forte dentro de campo, mas é importante ver gente capaz ao seu lado. A comunidade é forte e presente;, afirmou. ;O torcedor da Chapecoense não está restrito ao pessoal de Chapecó. Hoje, a marca Chape é mundial. A gente precisa entender que o nome é maior, a torcida é maior;, disse.

O desafio de reerguer o moral do clube e da cidade depois do acidente aéreo motivou o treinador a aceitar a proposta. Mancini teve como último trabalho o Vitória, ainda neste ano. Além de remontar o plantel para 2017, ele tem como preocupação preparar o clube para a competição mais importante da sua história: a disputa da Copa Libertadores.

Com Mancini, a diretoria do clube catarinense apresentou outros profissionais do departamento. O diretor de Futebol será João Carlos Maringá; o gerente, Nivaldo Constante, ex-goleiro do clube; e o preparador físico, Marquinhos. Na principal função da pasta estará o diretor-executivo Rui Costa, que ocupou por quase quatro anos o mesmo cargo no Grêmio.

;O que nos une é o sentimento de pertencimento a esse clube e a essa comunidade. É ela que deu a força para superar o insuperável. São essas pessoas que vão nos ajudar a reconstruir o futebol da Chape;, afirmou Rui Costa, que deixou o clube gaúcho em maio deste ano e terá como função principal cuidar das contratações para 2017. A Chapecoense perdeu 19 jogadores no acidente aéreo na Colômbia.

Mancini afirmou que já começou a discutir com o novo dirigente quais serão os possíveis reforços. ;É desnecessário dizer o desafio numérico de compor um elenco inteiro. São competições extremamente importantes. E o que a gente já sabe, de forma transparente, é que precisa ter um processo ágil;, frisou.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação