Três perguntas para / Gloria Kalil

Três perguntas para / Gloria Kalil

postado em 25/06/2017 00:00
 (foto: Miro/Divulgação)
(foto: Miro/Divulgação)


Consultora de moda e jornalista, Gloria Kalil é um ícone quando se trata de aparência, comportamento e etiqueta. Autora dos livros Chic, Chic homem, Alô, Chics! e Chic[érrimo], ela acaba de lançar um verdadeiro manual de como se vestir e se portar no mundo do trabalho: Chic profissional. Na obra, ela dá exemplos de comportamentos que parecem ser chiques, mas não são. Entre eles, não prestar atenção ao dress code da empresa. Isso vale tanto para aparecer com visual despojado num ambiente tradicional quanto para o contrário: vestir roupas formais num espaço mais descontraído não pega bem.

O que o público pode esperar do seu novo livro?

Vai além de um livro de moda: é uma espécie de panorama sobre o formal e o informal, abordando a questão do desemprego e as novidades de empresas que estão surgindo. Hoje, o mundo está conectado e cheio de possibilidades; pessoas que têm costumes e hábitos diferentes ganham espaço. O livro traz perspectivas e soluções para sanar dúvidas sobre comportamento. Existem várias empresas formais e extremamente informais. Há expectativas e códigos de aceitação em diferentes ambientes. Para cada situação, há uma adequação.

É importante olhar para si mesmo e manter a personalidade na hora de se vestir?

Muito. Todo mundo tem um estilo. O que digo é o seguinte: o guarda-roupa de trabalho é um pouco diferente do social e de lazer. Não é nem tão fashion nem tão informal, tem características próprias. O caso da jornalista Renata Vasconcellos (que apresentou o Jornal Nacional de quimono e virou meme nas redes sociais) é um ótimo exemplo. Se a apresentadora aparecesse em um evento de moda ou coquetel com a roupa, estaria tudo bem, no entanto, virou meme porque o noticiário é um local formal. Roupas de última moda geralmente não se dão bem com local de trabalho.

Quais os principais erros do brasileiro ao se vestir?
É muito difícil dizer. Não há uma lista pronta. Se vai trabalhar em um emprego formal, é preciso olhar e analisar porque é nesse mundo que você vai tratar. Ao mesmo tempo, usar terno e gravata para trabalhar em casa não faz sentido.


Chic profissional ; para circular e trabalhar no mundo globalizado
Autora: Gloria Kalil
Editora: Paralela
224 páginas
R$ 44,90


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação