MEC libera R$ 20 mi à UnB

MEC libera R$ 20 mi à UnB

Valor liberado ontem deve contribuir para equilibrar as finanças da universidade. Em agosto, a instituição adiantou que só teria verba para arcar com gastos com água e luz até este mês. IFB também foi contemplado, com R$ 2,8 milhões

» LUCAS VIDIGAL ESPECIAL PARA O CORREIO
postado em 07/09/2017 00:00
 (foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)

O Ministério da Educação (MEC) anunciou ontem que vai liberar R$ 23,1 milhões à Universidade de Brasília (UnB) e ao Instituto Federal de Brasília (IFB). O montante faz parte do R$ 1 bilhão que a pasta vai destinar às instituições federais em repasses financeiros e em recursos orçamentários para investimentos.
Só a UnB terá R$ 20.275.488 à disposição, o que corresponde a quase 90% do total do valor destinado ao Distrito Federal. A universidade afirmou ainda não ter recebido a comunicação oficial da liberação. De acordo com o MEC, a instituição tem autonomia para gerir o próprio orçamento. Para o IFB, a pasta confirmou o acréscimo de R$ 2.854.981 aos limites de custeio e empenho.

Os números significam que ambas as instituições ganharam maior margem de gastos em finanças e em investimentos. Antes, os limites eram de 75% e 45%, respectivamente. Com o anúncio, o MEC aumentou os tetos em cinco pontos percentuais. No total, as duas unidades públicas do DF receberão cerca de R$ 13,3 milhões em repasses e R$ 9,8 milhões em liberação orçamentária.

Para a UnB, o limite maior dá um fôlego tímido às contas públicas. Em agosto, a universidade estimava um deficit de aproximadamente R$ 105 milhões e anunciou que só teria verba para manter despesas como água e luz até este mês. Além disso, 300 funcionários terceirizados foram demitidos. Por causa do corte, um grupo de alunos ocupou por quase uma semana um dos blocos de sala de aula no mês passado.

Crise
Alunos e professores da UnB se reuniram no fim da tarde de ontem para uma palestra sobre a situação financeira da instituição no anfiteatro 10 do Instituto Central de Ciências (ICC). A decana de Administração, Maria Lucilia dos Santos, e a decana de Orçamento, Denise Imbroisi, explicaram a diminuição do orçamento da universidade. Para 2017, a UnB teve orçamento de R$ 136,7 milhões. O montante representa uma diminuição de 37,7% em relação aos R$ 219,5 milhões do ano passado.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação