Tubo de ensaio

Tubo de ensaio

Fatos científicos da semana

postado em 28/07/2018 00:00
 (foto: Instituto Humboldt/Divulgação)
(foto: Instituto Humboldt/Divulgação)
; Segunda-feira, 23
Colírio de açafrão

Um composto do açafrão poderá ser usado em colírios para tratar os estágios iniciais do glaucoma, segundo estudo conduzido por University College London e do Imperial College London. Trata-se da curcumina, que, em experimentos com ratos, reduziu a perda de células da retina, complicação conhecida como um dos primeiros sinais do glaucoma. ;A curcumina é um composto excitante, que se mostrou promissor na detecção e no tratamento da neurodegeneração implicada em numerosas condições oculares e cerebrais, do glaucoma à doença de Alzheimer, de modo que ser capaz de administrá-la facilmente em colírios pode ajudar milhões de pessoas;, ressaltou Francesca Cordeiro, líder da pesquisa. O glaucoma afeta mais de 60 milhões de pessoas no mundo e leva à cegueira irreversível em 10% dos casos.


; Terça-feira, 24
Dente de leite de 560 mil anos

Arqueólogos franceses e espanhóis encontraram um dente de leite de 560 mil anos na caverna de Arago, situada no vasto sítio arqueológico pré-histórico de Tautavel, nos Pirineus. Segundo as primeiras conclusões, o fóssil pertence a um exemplar de Homo heidelbergensis, uma subespécie que compartilhava traços físicos com o Homo sapiens e com seu predecessor, o Homo erectus. O dente pertencia a um menino de 5 ou 6 anos. Os restos de um período tão antigo são excepcionalmente raros. Nesse mesmo sítio, foi encontrado, em 1971, um crânio, conhecido agora como do Homem de Tautavel, cuja antiguidade é estimada em cerca de 460 mil anos.





; Quarta-feira, 25
Sapo ou cabra?

Cientistas descobriram, nas selvas tropicais da Colômbia, uma espécie de rã endêmica que tem um coaxar que lembra o berro de uma cabra. Trata-se do anfíbio Scinax caprarius (foto), que ganhou esse nome graças ;ao canto que emitem os machos da espécie, similar ao som das cabras;, segundo o Instituto Humboldt, vinculado ao Ministério do Meio Ambiente colombiano. A pequena rã costuma medir entre 28 e 31mm e foi localizada no fértil vale médio do Magdalena, o principal rio da Colômbia. Vive em florestas subandinas, selvas úmidas tropicais e floresta seca tropical. De hábitos noturnos, ela é vista com frequência na época de chuvas.





Plástico solúvel em água
Substituindo o petróleo pela pedra calcária, um grupo de empreendedores chilenos conseguiu fabricar sacos plásticos reutilizáveis e solúveis em água. A solução para reduzir uma das maiores ameaças ao meio ambiente (foto) surgiu por acaso. Os cientistas começaram a fazer experimentos para fabricar um detergente biodegradável, mas acabaram encontrando a fórmula química à base de PVA (álcool polivinílico, solúvel em água) capaz de substituir os derivados do petróleo, responsáveis pela alta durabilidade dos plásticos. A fórmula encontrada permite fazer qualquer material do tipo, segundo a empresa SoluBag, que espera comercializar os produtos a partir de outubro no Chile, um dos primeiros países da América Latina a proibir o uso de sacos plásticos convencionais em estabelecimentos comerciais.



; Quinta-feira, 26
Elefante raro é abatido

Um elefante-pigmeu foi abatido na Ilha de Bornéu depois de destruir as plantações de moradores de um vilarejo. O animal, um elefante macho com cerca de quatro anos de idade, foi encontrado na segunda-feira, no acostamento de uma estrada no estado de Sabah, na parte malaia de Bornéu, afirmou o diretor do departamento malaio de vida selvagem, Augustine Tuuga. Segundo ele, o assassinato aconteceu perto de um remoto povoado. As autoridades buscam o autor do ataque. As presas do animal foram mantidas, o que indica que ele não foi abatido por caçadores. Desde abril, pelo menos 18 elefantes-pigmeus foram mortos na parte malaia de Bornéu.





Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação