Curiosidades

Curiosidades

postado em 20/08/2018 00:00
Os sonhos podem provocar fascínio, excitação, terror ou apenas estranhamento. Apesar de não haver consenso sobre por que temos sonhos, pesquisadores chegaram a algumas conclusões sobre o que acontece enquanto sonhamos. Confira algumas curiosidades sobre os sonhos.

Todos sonham: seja mulher ou homem, idoso ou bebê. A média são duas horas de diferentes sonhos por noite. Em geral, cada sonho dura de cinco a 20 minutos. Durante toda a vida, as pessoas gastam cerca de seis horas dormindo.

Esquecemos quase tudo: cerca de 95% do que é sonhado são rapidamente esquecidos depois que o sono acaba. Uma explicação possível é que as transformações pelas quais o cérebro passa enquanto as pessoas dormem fazem-no incapaz de suportar toda informação processada.

Nem sempre têm cores: apesar de a maior parte dizer que tem sonhos em cores, existe um pequeno percentual de pessoas que afirmam ter sonhos em preto e branco. Alguns pesquisadores atribuem o fenômeno à televisão, o que explicaria a idade mais avançada de quem relata sonhar em preto e branco.

Controle de sonho: um sonho lúcido ocorre quando a pessoa está ciente de que está sonhando, mesmo que esteja dormindo. Durante esse tipo de sonho, por vezes, é possível tomar controle direto do conteúdo do sonho. Aproximadamente metade das pessoas conseguem se lembrar de ao menos uma experiência de sonho lúcido. Alguns, conseguem ter sonhos lúcidos com frequência.

Emoções negativas: é mais comum ter emoções negativas durante sonhos. Durante mais de 40 anos, o pesquisador Calvin S. Hall coletou mais de 50 mil relatos de sonhos de estudantes e observou que muitas emoções são experienciadas em sonhos, incluindo prazer, felicidade e medo. A emoção mais comum, no entanto, foi ansiedade, entre outras emoções negativas, em frequência bem maior do que as postivas.

Paralisamos durante o sonhos: o sono R.E.M., estágio de movimento rápido dos olhos, é caracterizado pela paralisia dos músculos voluntários. O fenômeno previne que as pessoas atuem seus sonhos. Como os neurônios motores não são estimulados, o corpo não move. Em alguns casos, a paralisia pode continuar mesmo depois que acordamos ; a chamada paralisia do sono.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação