Fala, zé humor

Fala, zé humor

por José Carlos Vieira josecarlos.df@dabr.com.br
postado em 28/10/2018 00:00
 (foto: Dimitar Dilkoff/AFP - 25/5/11)
(foto: Dimitar Dilkoff/AFP - 25/5/11)
Poeminha
Não serei o poeta de um mundo caduco.
Também não cantarei o mundo futuro.
Estou preso à vida e olho meus companheiros.
Estão taciturnos mas nutrem grandes esperanças.
Carlos Drummond de Andrade



Extra! Extra!
Depois das eleições, começa Big Brother Brasil!



Frases da semana do meu amigo Mosquito
;Enfim, amanhã eu volto ao WhatsApp;

;A gerência do Bar do Magal resolveu deixar um álcool gel no banheiro, teve gente achando que era enxaguante bucal; (oh, inocência...)

;Políticos e escândalos sumiram da cidade, por enquanto. Ano que vem eles estão de volta de terno novo e bolso grande;

;Diga-me que fake news você vê, que eu te direi quem és;

;Mais falado que o Dória;


Vou votar no Collor



Só mifu (a série)
Sabe quando você gasta todo o dinheiro da restituição do IR, mesmo sem recebê-la? Pois é...



Haicai errado
não chore, meu amor
estrelas balançam, não caem
apesar da dor



Um abração! (daqueles de cidadão)

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação