CURTAS

CURTAS

postado em 26/06/2014 00:00
 (foto: Mercedes-Benz/Divulgação)
(foto: Mercedes-Benz/Divulgação)


; MERCEDES-BENZ
Facelift no CLS


Com mudanças bastante sutis, mantendo como base a elegância das curvas, a Mercedes-Benz apresentou o primeiro facelift da atual geração do CLS. Além das alterações visuais, a montadora também incrementou o modelo com a tecnologia Multibeam LED nos faróis e equipou o modelo com motores mais eficientes, além do câmbio automático de nove velocidades. As principais alterações no design serão observadas na parte dianteira. Além de novos faróis, eles ainda trazem 24 luzes de LED, que detectam o trânsito no sentido contrário e faz o ajuste da iluminação para não ofuscar os motoristas na faixa oposta. O sistema ainda adapta as luzes de acordo com o percurso, como numa curva. A grade frontal também recebeu novo desenho e as entradas de ar são mais largas. No interior, o veículo agora conta com tela sensível ao toque de oito polegadas.


Vem aí o novo Classe C

O novo sedã Classe C, que já está sendo produzido na fábrica de Tuscaloosa, no Alabama, nos Estados Unidos, desembarca no Brasil no início de agosto. O modelo chega, inicialmente importado, mas a sua produção será na nova fábrica que está sendo construída em Iracemópolis, no interior de São Paulo (a ser inaugurada no fim de 2015 ou início de 2016). Por enquanto, o novo Classe C tem apenas dois tipos de motor no mercado norte-americano: 2.0 turbo, que desenvolve 241cv de potência e 31,6kgfm de torque; ou V6 3.0, que gera 329cv e 48,8kgfm. Na Europa, ele já está sendo vendido em duas opções a gasolina (1.6, de 156cv; ou 2.0, de 184cv) e uma a diesel (2.2, de 170cv), podendo ter câmbio manual, de seis velocidades; ou automático, de sete marchas. Além do visual completamente renovado, inspirado na nova Classe E, a nova geração também cresceu 95mm no comprimento (4.686mm), 40mm na largura (1.810mm) e 80mm na distância entre-eixos (2.840mm).


FERRARI
R$ 9,3 milhões


Preço estimado da Ferrari F12 Berlinetta TRS, uma encomenda de um cliente especial da marca italiana. O superesportivo tem design inspirado no clássico 250 Testa Rossa, de 195, e acelera até 100km/h em apenas 3,1 segundos (chega aos 340km/h de máxima).



; INTERNET
Novo Passat


Vazaram mais informações técnicas sobre o novo Passat, que terá fotos e mais detalhes divulgados oficialmente em julho. O modelo terá nove opções de motor, sendo quatro a diesel (1.6, de 120cv; e três 2.0, de 150cv, 190cv ou 240cv) e cinco a gasolina (dois 1.4, de 125cv ou 150cv; 1.8, de 180cv; e dois 2.0, de 220cv e 280cv); painel digital do Audi TT; sistema head-up display; faróis inteligentes; luzes traseiras de LED; e sistema de câmera de 360;. Ele medirá 4,76m de comprimento e será 85 quilos mais leve que a geração atual. A primeira aparição pública está marcada para o Salão de Paris, em outubro. O novo sedã deve chegar por aqui em 2015.


; BMW
X5 de 306cv


A marca alemã já está vendendo a nova versão xDrive35i do utilitário-esportivo X5. O modelo tem motor 3.0 TwinPower Turbo de seis cilindros, que gera 306cv de potência e 40,8kgfm de torque; câmbio automático de oito velocidades, com possibilidade de trocas manuais junto ao volante; faróis de xênon adaptativos; assistente de farol alto, sistema (Active Protection) que fecha automaticamente os vidros e teto solar e ajusta de forma ideal o banco do motorista, em caso de uma colisão iminente; e sistema multimídia com tela de 10,25 polegadas, DVD, HD de 20 GB e apresentação de mapas em satélite e gráficos em 3D. Preços: R$ 329.950 (convencional) e R$ 359.950 (Full), com head-up display e bancos traseiros deslizantes e reclináveis.


; TECNOLOGIA
Com caixa-preta

Montadoras alemãs, como a BMW e a Mercedes-Benz, estudam a ideia de adotar uma espécie de caixa-preta para os carros autônomos, aqueles que rodam sem a necessidade de motorista e que dentro de alguns poucos anos devem estar nas ruas. A instalação de um equipamento capaz de gravar dados como aqueles usados nas aeronaves pode ajudar a resolver questões jurídicas que ainda impedem o avanço de tecnologias que tornam esses veículos viáveis, como sistemas de ultrapassagem automática. Essa caixa preta poderia ajudar a identificar possíveis responsáveis, em caso de acidente. A questão está na agenda de fabricantes e autoridades alemãs, que continuam debatendo o assunto.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação