Jovial Riachão da Bahia

Jovial Riachão da Bahia

por Irlam Rocha Lima >> irlamrocha.df@dabr.com.br
postado em 13/12/2014 00:00
 (foto: Zuleika de Souza/CB/D.A Press - 10/3/04)
(foto: Zuleika de Souza/CB/D.A Press - 10/3/04)



Clementino Rodrigues, o Richão, havia sido o grande destaque da 34; edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, em 2001, com o documentário Samba Riachão, de Jorge Alfredo, que recebeu vários troféus Candango, inclusive o de melhor filme, juntamente com Lavoura arcaica, de Luiz Fernando Carvalho. No mesmo ano, foi ;descoberto; pelo Brasil, ao ter Vá morar com o diabo, de sua autoria, gravada por Cássia Eller no DVD Acústico MTV.

a idade do mundo, no Centro Cultural Banco do Brasil, foi protagonista do segundo show da série, tendo a consagrada Beth Carvalho como coadjuvante. O cantor e compositor baiano, então com 82 anos, jovialíssimo, parecia um garoto em cena, explorando ao máximo os limites do palco com a ginga de um veterano sambista.

No show, além de cantar sucessos de sua carreira, como Cada macaco no seu galho (gravado por Caetano Veloso e Gilberto Gil, em 1972, após o regresso do exílio em Londres), Retrato da Bahia, Somente ela e a citada Vá morar com o diabo, teve Beth sempre por perto, reverenciando-o. Mas, a cantora carioca, pelo visto, pouco sabia da obra de Riachão, e só o acompanhou no refrão de Cada macaco no seu galho. Limitou-se a prestar tributo ; também merecido ; a Cartola e Nelson Cavaquinho.

Sobre o retorno à cidade e sua companheira de projeto, Riachão falou ao Correio: ;É uma alegria voltar a Brasília, ainda mais dividindo o show com Beth Carvalho, uma ótima menina;. Em 2006, Beth o teve como um dos convidados no DVD Beth Carvalho ; Samba da Bahia, gravado no Teatro Castro Alves em Salvador e lançado no ano seguinte.

Ainda sobre o Da idade do mundo, registre-se: cada artista participante ; os primeiros foram Vó Maria e Mart;nalia e os outros Seu Antônio Vieira e Zeca Baleiro, Dona Zabé da Loca e Carlos Malta ; fez três apresentações. Riachão, por pouco, não foi além da estreia. Acometido de um forte resfriado, precisou ser atendido num hospital da cidade, pelo médico Marcos Amorim. Feito o raio-x, o diagnóstico apontou um princípio de pneumonia, que o deixou debilitado. Para a surpresa de todos, o cantor, lépido e fagueiro, cumpriu todo o restante do compromisso com o projeto.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação