A saga de quem busca uma segunda chance

A saga de quem busca uma segunda chance

postado em 13/09/2015 00:00
 (foto: Paula Braga/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Paula Braga/Esp. CB/D.A Press)

A cuidadora social Rosa Maria de Oliveira, 48 anos, quer voltar para o mercado de trabalho. Ela foi demitida do último emprego no ano passado e, desde janeiro, comparece às agências do trabalhador procurando uma nova vaga. ;Estou buscando em todas as áreas, mas, para alguns cargos, acredito que ser mais jovem faz bastante diferença. Fui a uma entrevista e o empregador perguntou direto quantos anos eu tinha. Eu acho que, em algumas funções, as empresas estão procurando pessoas mais jovens;, afirma Rosa.

A situação pela qual Rosa passa é temida por grande parte das pessoas: 37% dos entrevistados pela pesquisa afirmaram que, por conta da idade, temem não serem capazes de conseguir um novo emprego caso percam o atual.

Para o conselheiro profissional e especialista em recolocação no mercado de trabalho José Augusto Minarelli, a idade é um atributo que, em algumas situações, pode ser considerada positivo e, em outras, será um empecilho para a contratação. ;De modo geral, na medida em que as pessoas vão envelhecendo e somando tempo de carreira, elas vão subindo dentro das organizações. Quem está acima dos 40 e precisa transitar no mercado de trabalho deve dirigir a atenção para as empresas que buscam vasta experiência profissional, em que a idade do indivíduo será mérito. Em cargos que buscam pessoas mais jovens, esse profissional será menos atraente;, explica.

Além disso, ele destaca que existem outras opções além dos empregos em empresas para aqueles que desejam retornar ao mercado de trabalho após determinada idade. ;O que muitas pessoas mais velhas não veem é que, fora das organizações, existem vários mercados, com a necessidade de prestação de serviços. Elas podem continuar tendo uma renda iniciando um empreendimento próprio, por exemplo.;


"Fui a uma entrevista e o empregador perguntou direto quantos anos eu tinha. Eu acho que, em algumas funções, as empresas estão procurando pessoas mais jovens
Rosa Maria, desempregada




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação