Manoel de Barros: e a poesia virou dança

Manoel de Barros: e a poesia virou dança

Isabella de Andrade Especial para o Correio
postado em 24/06/2016 00:00
 (foto: Nityama Macrini/DivulgaÇÃo
)
(foto: Nityama Macrini/DivulgaÇÃo )



O espetáculo Confluência das coisas in(úteis) traz como pesquisa a poética de Manoel de Barros aliada à poesia Chão, de Ondjaki, fonte inspiradora para a concepção da coreografia. A plateia mergulha na metáfora de identificação como símbolo que representa a busca de uma identidade única.

A coreógrafa Cleani Marques conta que Confluência das coisas in(úteis) é composto por diversas dimensões estéticas ; música, dança, vídeo e artes plásticas, cujo intuito é provocar novas reflexões e pensamentos do espectador por meio da apreciação pessoal.

Tudo que o espectador observar no espetáculo será filtrado por cada um à sua maneira, condicionado à história de vida que, por sua vez, gera uma multiplicidade de significados e sentidos.

;Diante da interação entre palco e plateia cria-se, através da estética da dança, um caminho de comunicação não verbal que perpassa por percepções profundas do indivíduo, muitas vezes não experimentadas no cotidiano;, afirma a coreógrafa. Cleani acrescenta que a apreciação torna o ser mais sensível, criativo, singularmente expressivo e isso tudo leva à construção de sua própria identidade pessoal.

;A mistura se dá pela expressão poética de construção e desconstrução de significados da qual as obras deste dois poetas me remetem;, comenta.

;Diante da interação entre palco e plateia, cria-se, através da estética
da dança, um caminho de comunicação não verbal;
cleani marques, coreógrafa

serviço
Confluência das coisas in(úteis)
Teatro Plínio Marcos (Funarte). Hoje e amanhã, às 20h; e domingo às 19h. Entrada franca.
Classificação indicativa livre.

ROTEIRO
Amores Glaciais
Teatro Brasília Shopping
Amanhã, às 21h; e domingo, às 20h. Amores glaciais é uma comédia que relata o encontro de dois vizinhos, uma escritora e um astrônomo, na noite mais fria dos últimos tempos. Entrada: R$ 30 e R$ 15 (meia). Classificação indicativa livre. Informações: 2109-2122.

Carnaval de Kitinete
Local secreto e disponibilizado pelo e-mail carnavaldekitinete@gmail.com
Hoje, das 18h às 0h. Experimento cênico realizado dentro de um espaço residencial que tem sua pesquisa focada na performatização do cotidiano. Entrada: Colaboração espontânea, a partir de R$ 20. Não recomendado para menores de 18 anos. Informações: 98469-5797 e 98177-6218.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação