Clube francês "rouba" dirigente do Barcelona

Clube francês "rouba" dirigente do Barcelona

Braitner Moreira
postado em 08/11/2017 00:00




O Paris Saint-Germain gerou um certo impacto ontem ao confirmar a contratação de Russell Stopford para chefiar o departamento digital. A chegada do britânico, de 46 anos, mereceu nota no site oficial e dezenas de reportagens em vários idiomas. Será ele o responsável por liderar a estratégia do PSG em todas as plataformas digitais.

Stopford estava no Barcelona e era considerado tão importante para a gestão do clube que o jornal catalão Sport tratou a saída dele como outro roubo de uma estrela. Tanto barulho para a chegada de um dirigente é facilmente explicável. O PSG tem sofrido bastante para rentabilizar suas novas supercontratações.

Desde o anúncio de Neymar na condição de atleta mais caro da história do esporte, o PSG ganhou mais de 1,4 milhão de seguidores no Facebook, 1,7 milhão no Instagram, 700 mil no Twitter e 120 mil no YouTube. O clube impulsionou sua audiência, tornou-se a equipe esportiva mais comentada do mundo neste semestre, mas tanta exposição não se converteu em arrecadação.

Russell Stopford estudou física na Universidade de Oxford e inteligência artificial na Universidade de Edimburgo. O britânico é considerado o homem que revolucionou a presença do Manchester City no mundo digital.

No Barcelona, criou um centro de inovação tecnológica, reunindo universidades, patrocinadores, investidores e ;visionários em geral;. Ele também chefiou as ações de várias áreas nas quais o time catalão é líder mundial, tais como mobile, games, aplicativos de celular e comércio digital.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação