Sobrevivente da música

Sobrevivente da música

postado em 05/06/2018 00:00
 (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)


Num canto de Taguatinga Centro, uma loja guarda preciosidades. A tradicional Discodil sobrevive à crise do mercado fonográfico com um acervo rico de CDs e DVDs. O local também comercializa instrumentos.

Dono da Discodil, Laurindo Modesto Pereira, 78 anos, conta que está na cidade há mais de 50 anos. Apesar de se negar a aparecer em fotografias e reclamar da crise que o setor em que trabalha enfrenta, ele faz questão de falar com fervor da região em que se estabeleceu.

;Nunca saí de Taguatinga, tenho uma loja no Conjunto Nacional, mas sempre quis ficar aqui. O comércio da cidade é muito independente;, afirma.

O assistente de contabilidade Francisco Welson Ximenes, 30, é cliente assíduo da Discodil. Colecionador, ele conta que veio da loja grande parte do seu acervo.

Ele vê Taguatinga como uma metrópole que reúne moradores de todas as regiões próximas. ;Taguatinga tem um povo acolhedor, animado, trabalhador e que merece total respeito e atenção dos governantes;, avalia.


Discodil
(Quadra C 10, Lote 7, Loja 1; 3562-1303). Aberto de segunda a sábado, das 9h às 19h.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação