"Torcedor misterioso" agradece aos brasileiros

"Torcedor misterioso" agradece aos brasileiros

Thaís Cunha
postado em 05/07/2018 00:00
 (foto: Reprodução/Internet)
(foto: Reprodução/Internet)

O torcedor misterioso Yuri Torsky, que virou meme com a bandeira do Brasil no jogo da Seleção contra o México, usou as redes sociais para agradecer o carinho dos fãs brasileiros. ;Obrigado! Desculpe não conseguir responder diretamente a todos, mas vocês são incríveis. Estou muito feliz de fazer parte da Seleção Brasileira na Copa. Claro que vou torcer pelo Brasil nas próximas partidas e espero que vocês ganhem;, escreveu.

Yuri Torsky foi descoberto por um leitor do Correio na noite de terça-feira. O jovem russo mora em Samara, cidade onde a Seleção enfrentou o México pelas oitavas de final da Copa do Mundo. Ele chegou a conversar brevemente com a reportagem do jornal e disse que comprou a bandeira brasileira em viagem à Guiana Francesa.

Na rede social VK, popular na Rússia, Yuri Torsky tem recebido milhares de mensagens de brasileiros. Entre os comentários, em inglês, ele recebeu convites para conhecer o Brasil. Os torcedores, inclusive, pedem que o ;torcedor misterioso; esteja na partida contra a Bélgica, na sexta-feira. Ao Correio, Yuri descartou a possibilidade, já que ele só tem ingressos para as partidas na cidade de Samara.

Invasão no VK
O ;torcedor misterioso; promoveu uma verdadeira invasão de usuários brasileiros na rede social mais usada na Rússia. Superior ao Facebook no país, o VKontact tem mais de 50,2 milhões de visitantes por mês e é usado, principalmente, para o compartilhamento de fotos, músicas e vídeos.

A rede nasceu de forma parecida com o Facebook: o russo Pavel Durov lançou a plataforma em 2006 com exclusividade para universitários. Em cinco meses, já eram 100 mil usuários, chegando a 10 milhões dois anos depois. Hoje, já é possível encontrar páginas em português e o número deve crescer com a presença de brasileiros.

Quem aproveitou a onda do ;torcedor misterioso;, porém, deve tomar cuidado ao entrar no Vkontact: textões com mensagens políticas não são bem-vistas. Em 2011, o governo fez uma intervenção na plataforma e encerrou as páginas que tinham algum tipo de ativismo. O criador acabou recusando a censura e vendendo as ações. Hoje, o VK é controlado por empresários alinhados ao governo.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação