Comoção internacional

Comoção internacional

postado em 28/10/2018 00:00
Além do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, outros líderes mundiais lamentaram o massacre em uma sinagoga de Pittsburgh, na Pensilvânia. ;Todos nós, em toda a parte, devemos nos levantar com determinação contra o antissemitismo;, reagiu a chanceler alemã, Angela Merkel, no Twitter. O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, denunciou o ;horrível ataque antissemita;, enquanto sua ministra de Relações Exteriores, Chrystia Freeland, pediu a formação de uma ;frente comum contra esse ódio, essa intolerância, o antissemitismo e a violência;.

Também por meio de um tuíte, o presidente francês, Emmanuel Macron, se manifestou. ;Tristeza e minha consideração às vítimas do tiroteio de Pittsburgh. Estamos com o povo norte-americano, que novamente mergulhou no luto;, escreveu. A primeira-ministra Theresa May, do Reino Unido, afirmou que estava ;profundamente chocada; pelo ataque, e que os ;pensamentos dos britânicos estão com a comunidade judaica em Pittsburgh e com todos aqueles afetados por esse ato doente e covarde;.

O Ministério das Relações Exteriores brasileiro emitiu uma nota: ;Ao expressar suas profundas condolências às famílias das vítimas, bem como sua solidariedade para com o povo e Governo norte-americanos, o Governo brasileiro reitera sua mais veemente condenação a qualquer ato de extremismo violento ou terrorismo;.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação