Pai é suspeito de matar filha de 3 anos e se matar

Pai é suspeito de matar filha de 3 anos e se matar

No quarto onde os corpos foram encontrados, havia uma corda amarrada na viga do telhado. Polícia investiga o caso

postado em 08/09/2019 00:00
 (foto: Lucas Pacífico/CB/D.A Press - 10/8/15)
(foto: Lucas Pacífico/CB/D.A Press - 10/8/15)


A morte de uma menina de 3 anos e do pai dela, de 53, chocou os moradores de Ceilândia Norte. A suspeita da Polícia Civil é de que o pai da criança a tenha matado e, em seguida, tirado a própria vida. Na casa viviam o homem, a criança de 3 anos e mais duas filhas dele, maiores de 18 anos.

Os corpos foram achados por volta das 17h, de sexta-feira, quando uma das filhas do homem chegou do trabalho. Ela viu o pai no chão do quarto e a irmã, em cima da cama. Ambos sem vida. Desesperada, a jovem, que teve o nome preservado pela polícia, ainda pediu socorro ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Mas, quando os médicos chegaram ao local, constaram que os dois estavam mortos.

O caso é apurado pelos investigadores da 19; Delegacia de Polícia (P Norte). Quando os agentes chegaram ao imóvel, o homem estava no chão e havia uma corda pendurada na viga da casa. A criança continuava na cama.

Ao Correio, o delegado-chefe Jonatas Silva explicou que a principal hipótese da polícia é de que o pai tenha matado a filha e cometido suicídio logo depois. "Mas, precisaremos esperar o exame de local e os exames cadavéricos para que as coisas sejam efetivamente esclarecidas", pondera.

Segundo a polícia apurou, a mãe da criança encontrada morta está grávida. A corporação pediu para não publicar outros detalhes do caso em respeito aos familiares das vítimas. "Há pessoas que continuam vivas. Há uma mãe que está grávida e acabou de perder uma filha de 3 anos de idade. Então, a história se encerra por aqui", pediu o delegado Jonatas.

Na próxima segunda-feira, os policiais iniciam as fases de oitivas de familiares e outras pessoas que possam ajudar a esclarecer os fatos. Os corpos serão enterrados hoje, no Cemitério de Taguatinga, às 15h. O velório começa às 12h.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação