O nome dele é Johnny

O nome dele é Johnny

Com aventuras em cenários inusitados e personagens apresentados com realismo, Johny Quest fez sucesso ao mostrar um desenho animado fora dos padrões da época

Ataide de Almeida Jr.
postado em 08/06/2014 00:00
 (foto: Hanna-Barbera/Reprodução
)
(foto: Hanna-Barbera/Reprodução )


Johnny Quest, que dá nome ao desenho produzido entre 1964 e 1965 pelos estúdios Hanna-Barbera, é aquele adolescente que todo uma geração gostaria de ter sido. E isso se deve a vários motivos. O principal é que o pai dele, o Dr. Benton Quest, nada mais é que um cientista inglês, contratado pelo governo britânico, especialista em tecnologias como raios lasers e ondas sônicas. Por ter criado Johnny sozinho, Benton sempre leva o garoto para as mais variadas aventuras. E, claro, como bom adolescente, o jovem apronta todas em cenários que, na época, fugiam do padrão das animações, como Tailândia e Egito.


A fim de proteger Johnny, o agente secreto Roger ;Race; Bannon, selecionado pela rainha da Inglaterra, está sempre a postos. Segundo o IMDB, Roger tem 32 anos, luta judô e tem habilidades para guiar qualquer tipo de veículo. Além disso, no decorrer da história, ele apresenta a filha dele, Jessie, que é uma arqueóloga.


Para completar o time, há Hadji Singh, um garoto indiano que é irmão adotivo de Johnny. Esse personagem também conquistou os jovens espectadores, pois, como conta a história, na Índia, ele aprendeu a fazer mágicas, a levitar e a desaparecer objetos. E não se pode esquecer do buldogue inglês Bandit, responsável, por vezes, em salvar a todos.


Johnny Quest foi exibido aqui pela maior parte das emissoras. Com 26 episódios, a séria surpreendia pelorealismo dos personagens, algo que a Hanna-Barbera quase não fazia ; vide Zé Colmeia e os Flintstones, que sãocaricatos. A primeira temporada do desenho está à venda em DVD.

Saiba mais

A banda
Entre os fãs do desenho animado estavam os integrantes da banda Jota Quest. Tanto é assim que, no início da carreira, o grupo adotou o nome de Johnny Quest, em referência à animação. Logo em seguida abreviaram para J. Quest. E a fim de evitar um possível processo por parte dos estúdios Hanna-Barbera, que detém os direitos autorais da série, os artistas decidiram por abrasileirar a alcunha do grupo.

Mais duas
Além da série original, produzida entre 1964 e 1965, Johny Quest ainda protagonizou duas continuações: As novas aventuras de Johnny Quest, editada entre 1986 e 1987; e As incríveis aventuras de Johny Quest, de 1996 a 1997. O enredo era praticamente o mesmo. A principal diferença é que nesse último, a história de Jessie, filha de Roger Bannon.

A mãe
Há duas versões para a morte da mãe de Johnny Quest. A primeira diz que Judith Waterson morreu em Paris de uma doença incurável. Como o pai dele ficou devastado, o agente Roger foi designado para ser o guarda-costas dele. Já no Guia de referência de personagens de Johny Quest, publicado em 1995, a história é que ainda há um mistério, que envolve o Dr. Zin, um inimigo do pai de Johnny.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação