Zagueiro salvador

Zagueiro salvador

De cabeça, Leonardo Silva marca o gol da vitória do Atlético-MG sobre o Botafogo. Resultado mantém o Galo brigando para entrar no G-4, enquanto o time carioca deixa de se afastar da zona de rebaixamento

Ivan Drummond
postado em 08/09/2014 00:00
 (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press
)
(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press )


Belo Horizonte ; Era a última rodada do turno. O Atlético-MG chegou ao Estádio Independência, em Belo Horizonte, desfalcado de 13 jogadores ; contundidos, suspensos ou a serviço das seleções (principal e sub-23) do Brasil. Do outro lado, o Botafogo, equipe em busca de identidade e também com muitas baixas no elenco, temia pela ausência do goleiro principal, Jéfferson, igualmente cedido à Seleção. No encontro de dois times descaracterizados, quem menos sentiu dificuldade foram os donos da casa, vencedores do encontro, por 1 x 0.

O Galo reinou diante da sua torcida e subiu uma posição na tabela do Campeonato Brasileiro, ultrapassando o Sport e tomando dos pernambucanos a sétima colocação. Um gol do zagueiro Leonardo Silva, aos 26 minutos do segundo tempo, deu a vitória aos mineiros. ;Fico feliz com o gol e em poder ajudar;, comemorou o beque. Os cariocas perderam o jogo e a chance de abrir distância para a zona de rebaixamento.

Os atleticanos não se mostravam incomodados com o gramado ruim, cheio de buracos tapados com terra e areia pintadas de verde. A equipe anfitriã buscou a vitória desde o começo do jogo, mas sofreu no primeiro tempo com a falta de um articulador de jogadas. Pior estava o Botafogo: não tinha estrutura nem mostrava jogadas planejadas. A saída de bola era na base do chutão.

Nos 45 minutos iniciais, as chances foram poucas. O primeiro lance de perigo do Galo teve Marcos Rocha como protagonista. Ele apareceu bem em arrancadas e cruzamentos na área, mas sem conseguir aproveitamento. O time carioca só foi criar perigo aos 35 minutos, numa cobrança de falta com Bolatti, e aos 40, numa batida de escanteio salva por Leonardo Silva.

Na etapa final, o Galo evoluiu com a entrada de Guilherme. O time da casa passou a ter quem organizasse o jogo, e a bola chegou mais ao ataque. O gol saiu aos 26 minutos, quando Marcos Rocha cobrou escanteio e Leonardo Silva cabeceou e marcou.

Perdido em campo, o alvinegro do Rio ainda lidou com a expulsão de Dankler, por entrada violenta em Carlos. Mesmo em vantagem, o Galo não diminuiu o ritmo e tentou ampliar a diferença no placar.

Bahia e Coritiba ficam no 0 x 0

Bahia e Coritiba terminaram a última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro abraçados na zona de rebaixamento após um empate sem gols na Arena Fonte Nova, ontem, em Salvador. Os dois times perderam uma ótima oportunidade para deixar a degola para trás, mas chegaram apenas aos 17 pontos ganhos, à frente somente do lanterna Vitória, com 15.

;É possível pensar em título;
Levir Culpi, técnico do Galo




FICHA TÉCNICA
Atlético-MG 1 x 0 Botafogo


Gol: Leonardo Silva, aos 26 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Emerson da Conceição, Luan e Guilherme; Dankler (2), Bolatti e Ramirez
Cartão vermelho: Dankler
Árbitro: Flavio Rodrigues Guerra (SP-CBF)
Público: 23.534 pagantes
Renda: R$ 617.385


Atlético-MG
Victor, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Edcarlos e Emerson da Conceição; Claudinei, Rafael Carioca (Fillipe Soutto) e Eduardo (Guilherme); Luan (Dodô), Carlos e Jô
Técnico: Levir Culpi

Botafogo
Andrey, Dankler, Bolívar, André Bahia e Junior Cesar; Gabriel, Bolatti e Ramírez; Wallyson, Rogério (Yuri Mamute, Ferreyra)) e Zeballos (Rodrigo Souto)
Técnico: Vágner Mancini

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação