sons da noite

sons da noite

Irlam Rocha lima - irlamrocha.df@dabr.com.br
postado em 24/10/2014 00:00
 (foto: Danilo Carvalho/ Ag. Fio Conduto)
(foto: Danilo Carvalho/ Ag. Fio Conduto)




Eu recomendo
Brasília foi escolhida por Hamilton de Holanda como ponto de partida da turnê de Pelo Brasil, espetáculo solo multimídia que permite ao público conhecer, por meio de sua multiplicidade artística, a alma da música brasileira instrumental.


O bandolonista se apresenta quarta e quinta-feira próximas no Teatro Oi (Hotel Royal Tulip); e sábado no Teatro Newton Rossi do Sesc, em Ceilândia. Não recomendado para menores de 14 anos.


Voz da negritude
houve um tempo em que Zezé Motta se apresentava em Brasília com alguma frequência. Mas já faz vários anos que a atriz e cantora carioca está longe dos palcos da cidade. De volta, nos dias 1; e 2 próximos, ela ocupa o Teatro da Caixa com o espetáculo Negra melodia, no qual faz uma espécie de retrospectiva da carreira ; embora o foco principal seja nas obras de Jards Macalé e Luiz Melodia.
Sem essa e Soluço, de Macalé; Estácio Holly Estácio, Fadas e Magrelinha, de Melodia, são algumas das canções que Zezé interpretará. Mas no repertório estarão também músicas de outros autores, que se tornaram clássicos em sua interpretação, como Muito prazer (Rita Lee e Roberto Carvalho), Rita baiana (John Neschling e Geraldo Carneiro) e Senhora liberdade (Wilson Moreira e Nei Lopes), que se tornou o hino do movimento Diretas Já. Não recomendado para menores de 14 anos.


Grande Tamanco!
Mart;nália, sambista que se destacou como Tamanco, da série Pé na cova, de Miguel Fallabela, será a atração musical da 11; edição do Prêmio Engenho de Comunicação, que volta à Embaixada de Portugal, em 19 de novembro. A cantora, em show para convidados, interpretará músicas que lançou com sucesso como Pé do meu samba (Caetano Veloso), Cabide (Ana Carolina), Namora comigo (Paulinho Moska) e clássicos da importância de Peço a Deus (Marçal), Tudo menos amor (Monarco e Walter Rosa) e Feitiço da Vila (Noel Rosa), entre outros. Não recomendado para menores de 18 anos.


Que medo!
O grupo carioca Bonde do Tigrão e o brasiliense Funkeando fazem show na segunda edição da festa De Cinema ; Halloween, em 1; de novembro, no Salão de Vidro do Estádio Nacional Mané Garrincha. No comando das picapes vão se revezar os DJs Sany Pitbull, Thiago Mansur, Flem, Matheus Hartman e Flávio Fatboy. Na decoração um toque, digamos, mórbido, com destaque para caveiras, caixões e lápides. Não recomendado para menores de 18 anos.


Puro axé
Halloween com muita axé music vai rolar na sexta-feira próxima, na Villa Mix (Vila Planalto). Quem agita a festa é a Banda Eva, liderada pelo vocalista Felipe Pezzoni. Não recomendado para menores de 18 anos.


Bruxaria bagaceira
As bruxas estarão soltas na Gambiarra Brasília que, em clima de halloween, ocupa a boate Kathedral, na sexta-feira da próxima semana. Mário Rizzo e Evelyn Cristina, DJs residentes da balada, responsáveis por trilha sonora de MPB bagaceira, terão como convidado o percussionista Guga Machado, da banda de Tiago Abravanel, que faz show no mesmo dia na Net Live Brasília. Não recomendado para menores de 18 anos.


Em lançamento
No show que fará na quarta-feira próxima no Feitiço Mineiro, como parte da programação dos 25 anos do bar e restaurante da 306 Norte, Zé Renato (do grupo Boca Livre) aproveita para lançar em Brasília o CD O vento na madrugada soprou. Do disco, ele cantará Pra você gostar de mim e Na São Sebastião, entre outras.


Caymmi vive
Na abertura da exposição comemorativa do centenário de Dorival Caymmi, na próxima terça-feira, às 17h, no Museu Correios, haverá um bate papo com o filho Danilo Caymmi e a neta (e também curadora da mostra) Stella Caymmi. Eles vão contar histórias sobre o patriarca da música baiana e um dos pilares da MPB. Entrada franca. Classificação indicativa livre.



Concerto sertanejo
Pela primeira vez em Brasília, o projeto Eu vivo música apresenta, na Esplanada dos Ministérios, sábado da próxima semana algo inusitado: um concerto do cantor sertanejo Michel Teló, acompanhado pela Orquestra de Câmara de Brasília. O espetáculo gratuito, com início às 19h, tem como outro destaque, uma superestrutura de palco, som e iluminação. Classificação indicativa livre.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação