Quero ser grande

Quero ser grande

Com visual de superesportiva, essa moto tem motor de dois cilindros em linha, com 42cv, mas permite o uso no dia a dia com uma posição de pilotagem menos radical

» Téo Mascarenhas
postado em 13/11/2014 00:00
 (foto: Fotos: Yamaha/Divulgação)
(foto: Fotos: Yamaha/Divulgação)

Espécie de cartão de visitas das montadoras, os modelos superesportivos de alta cilindrada incorporam tecnologia de ponta e materiais tão nobres quanto caros, além de proporcionar desempenho quase insano e de sonhos, para ser vitrine da vanguarda e capacidade técnica de suas marcas. Essa mesma ;briga; agora também vai sendo travada em modelos de acesso, como a nova Yamaha YZF-R3, que vai chegar ao mercado em abril de 2015. Sua comercialização no Brasil ainda não está confirmada, mas vai concorrer com a nova Honda CBR 300R (também ainda não comercializada no Brasil) e com a Kawasaki Ninja 300, que saiu na dianteira e já está em nosso mercado.

A nova Yamaha YZF-R3, ou simplesmente R3, faz parte da família de superesportivas, que tem a estrela R1 (que vai ganhar nova versão, apresentação marcada para o Salão de Milão, em novembro), além da média R6 e da pequenina R125. Ela nasceu como conceito na Ásia, equipada com motor de 250cm; e visual inspirado no modelo de competição do Mundial de Moto GP, M1. A versão final, que vai chegar ao mercado, ganhou ainda mais fôlego, com motor de dois cilindros em linha de 321cm; de cilindrada, equipado com duplo comando, que rende nada menos que 42cv a 10.750rpm e torque de 3,02kgfm a 9.000rpm.

Desempenho
Com refrigeração líquida e injeção eletrônica, o propulsor da nova R3 tem pistãos forjados em alumínio e câmbio de seis marchas, que proporciona desempenho nervoso para a categoria. Um dos ;truques; para arrancar na frente é exatamente a capacidade do motor, um pouco maior, com 321cm;. É chamada de R3 em alusão à categoria 300. Entretanto, para melhorar o conforto, o motor tem eixo balanceador para reduzir as vibrações. Dessa forma, o novo modelo pretende ser esportivo, mas quer atingir público mais jovem, que também precisa de praticidade para utilizar a moto no dia a dia.

Para tanto, o banco, dividido em dois níveis, está a somente 780mm de altura do solo. Além disso, o painel é completo e conta com o conta-giros analógico e demais informações digitais, como relógio, marcha engatada, com luz de alerta para o momento certo da troca, nível de combustível e temperatura do motor. A posição de pilotagem também não sacrifica tanto o piloto, com uma ergonomia menos radical, apesar da proposta esportiva e dos semiguidãos mais baixos. Para ganhar agilidade, a distância entre-eixos é bem curta, com apenas 1.380mm e as rodas em liga leve com aros de 17 polegadas de diâmetro.


Visual
O estilo da família ;R; é mantido integralmente. Na dianteira, uma frente mais bicuda, para melhorar a aerodinâmica, com duplo farol e tomada de ar central, além de para-brisa. A carenagem integral também esconde o compacto motor, mas o escape de saída mais baixa e curta fica exposto, ajudando a rebaixar e centralizar as massas. A traseira é afilada, com o suporte de placa dependurado, abrigando também as setas traseiras. Os pneus são esportivos, sem câmara, com medida de 110/70 na dianteira e 140/70 na traseira. O tanque de combustível permite bom encaixe dos joelhos e tem capacidade para 14 litros.

Apesar do perfil esportivo, a suspensão dianteira, da marca Kayaba, é convencional, não invertida. Tem tubos de 41mm de diâmetro e 130mm de curso. A suspensão traseira é do tipo mono, com balança em alumínio mais longa e 125mm de curso. O quadro também não é de alumínio, mas em tubos de aço do tipo diamond, com o motor fazendo parte da estrutura. Porém, mesmo sem usar alumínio em larga escala para reduzir custos, o peso em ordem de marcha, já abastecida, é de 169kg. O freio (com ABS opcional) dianteiro tem disco único de 298mm de diâmetro mordido por pinça de duplo pistão, e o traseiro, disco de 220mm de diâmetro.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação