>> DEU no www.correiobraziliense.com.br

>> DEU no www.correiobraziliense.com.br

postado em 15/05/2015 00:00

Contrabando poderá resultar na perda do CNPJ

Comerciantes que vendem produtos contrabandeados poderão ter a licença de funcionamento cassada e o CNPJ cancelado. É o que prevê um projeto de lei apresentado ontem pelo deputado Efraim Filho (DEM-PB) e por outros parlamentares no lançamento da Frente Mista de Combate ao Contrabando e à Falsificação. Além disso, a proposta prevê a cassação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) que for pego em flagrante conduzindo veículos com os produtos contrabandeados. Segundo Efraim Filho, a expectativa é de que o projeto seja aprovado até o fim do ano, ou no começo de 2016. ;Para muitos, (o contrabando) é um crime inofensivo. Mas a gente está demonstrando que é um crime absolutamente agressivo à saúde, à integridade do consumidor, ao bom ambiente do mercado;, ressaltou Efraim.

Inquilino matou proprietário de imóvel e filha
A Polícia Civil de São Paulo prendeu J.L.S., 38 anos, apontado como assassino do aposentado Eliseo Pólo Paz, 78, e da filha dele, a professora Carmem Lúcia Pólo Paz, 47. A identidade do suspeito não foi divulgada, mas os investigadores revelaram que ele era inquilino de um imóvel de Eliseo. No sábado, J.L.S. foi filmado sacando dinheiro com o cartão da professora em um caixa eletrônico. As imagens foram apreendidas pela polícia e colaboraram para a identificação do suspeito. Conduzido à delegacia, o acusado confessou o crime. Ele disse que tinha dívidas com Eliseo. Os corpos da professora e do aposentado foram encontrados na casa em que eles moravam, em São Caetano do Sul.

Morto jovem que denunciava traficantes
O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) do Recife investiga o assassinato de José Pereira da Silva Neto, 19 anos, morto na noite de quarta-feira. A vítima era conhecida por denunciar à polícia a localização de bocas de fumo na zona norte da capital pernambucana. Ele foi morto a tiros nas proximidades de um terminal de ônibus do bairro de Vasco da Gama.

Universitário desaparece em Belo Horizonte
Uma família de Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte, tenta localizar um estudante universitário que desapareceu na noite de quarta-feira depois de ser visto pela última vez no câmpus da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Gabriel Damião é aluno do curso de relações econômicas internacionais e teria ido à instituição para fazer uma prova, mas não chegou a entrar em sala de aula. Gabriel falou com a mãe pela última vez às 16h de quarta. Por telefone, contou à mãe que já estava no câmpus. ;Ele disse que já estava na UFMG. Depois, por volta de 18h30, mandou uma mensagem para meu celular dizendo que faria a prova e depois voltaria para casa;, conta Normélia Damião. Até o fechamento desta edição, a polícia não tinha pistas sobre o paradeiro do universitário.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação