Saída da Zona do Euro não é opção

Saída da Zona do Euro não é opção

postado em 20/06/2015 00:00
 (foto: Aris Messinis/AFP)
(foto: Aris Messinis/AFP)


Em entrevista pubicada no jornal austríaco Kurier, o primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras, afirmou que o Grexist, como é chamada a saída do país da Zona do Euro, representaria o fim da união monetária da Europa. Para ele, essa não pode ser uma opção nem para os gregos nem para a União Europeia. ;Seria um processo irreversível, o início do fim da Zona do Euro;, disse. Em São Petersburgo, na Rússia, onde esteve com o presidente russo, Vladimir Putin, para tentar antecipar recursos de uma rede de gás, Tsipras afirmou que a União Europeia deveria voltar a seus princípios fundadores de ;solidariedade, democracia e justiça social;, que a ;obsessão com a austeridade e com políticas que rompem a coesão social torna impossível;. ;O que está em jogo é se a Europa dará espaço a políticas de coesão em vez da imposição de programas falidos e sem sentido;, alfinetou.

Segundo o chefe do Executivo grego, na entrevista, o debate sobre o Grexist ;começou quando teve início a aplicação do rígido programa de austeridade imposto pela União Europeia (UE) e pelo Fundo Monetário Internacional (FMI);, e, apesar dos sacrifícios impostos ao povo grego, o país não se tornou mais competitivo nem a dívida do Estado diminuiu. O impasse nas negociações, de certa forma, reflete a divisão da população da Grécia.

Na quarta-feira, uma multidão se reuniu em frente ao parlamento grego para defender o ;fim dos sacrifícios; e apoiar o primeiro-ministro na negativa de aceitar aumento de impostos e corte de gastos para receber mais uma parcela de ajuda financeira. Na quinta, foi a vez do protesto dos que defendem um acordo para a manutenção do país na Zona do Euro. Segundo fontes, pesquisas de opinião mostram que grande parte da população apoia a permanência da Grécia na região, apesar do ressentimento generalizado em relação às políticas de austeridade impostas pelos credores.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação