Falta de confiança

Falta de confiança

postado em 14/01/2016 00:00

A agência de classificação de risco Moody;s deu ontem mais um sinal de que está prestes a tirar o selo de bom pagador do Brasil e colocar o país no time de especuladores, como já fizeram a Standard & Poor;s (S) e a Fitch. Na avaliação do diretor da Moody;s para a América Latina, Alfredo Coutinho, o Brasil perdeu toda credibilidade para tocar um plano consistente de recuperação da economia, que caiu quase 4% em 2015 e pode repetir esse tombo em 2016.


;Para implantar mudanças profundas e aumentar a eficácia das políticas, a credibilidade do Brasil precisa ser restaurada;, disse Coutinho, em relatório da agência. Para ele, a sequência de erros do passado tornou muito mais difícil para as autoridades convencerem os investidores de que são capazes de manter o orçamento equilibrado e a inflação sob controle, o que não foi feito nos anos de forte crescimento e não ocorrerá enquanto a economia estiver em retração.

Inflação

A desconfiança em relação ao governo é tamanha, que nem mesmo a possibilidade de o Banco Central aumentar a taxa básica de juros (Selic) na próxima semana está contribuindo para reverter as expectativas de inflação. Para a maior parte dos analistas, o arrocho monetário perdeu a eficácia diante do desarranjo fiscal do país. Para muitos economistas, a elevação da Selic só resultará em mais problemas, como o aumento da dívida pública. Muitos já preveem que o endividamento encerrará este ano em 80% do Produto Interno Bruto (PIB).




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação