O sítio musical

O sítio musical

postado em 18/10/2016 00:00
 (foto: Marcos Fernandes/Divulgação)
(foto: Marcos Fernandes/Divulgação)




O Sítio de Zeca Pagodinho que ocupa quase um quarteirão na Rua Carlos Mateus, 54, em Xerém, bairro de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, possui vários ambientes, cercados por muros. O principal é onde fica casa da família, com seis quartos, e mais outras cinco edificações. Uma delas é ocupada pelo instituto que leva o nome do sambista, onde crianças recebem aulas de musicalização infantil, de canto coral e de instrumentos.

É ainda nessa área que Zeca recebe os convidados para as rodas de samba, em volta de uma grande mesa; e onde ficam instalados o depósito de bebidas e alimentos, o bar e a churrasqueira. Devoto de São Jorge, o cantor mandou espalhar fotos e imagens do santo guerreiro por quase todos os ambientes, além de um quadro com o escudo do Botafogo, time do qual é torcedor. Lá também pode ser visto o quadriciclo a bordo do qual prestou ajuda a vítimas do temporal que inundou parte de Xerém, em 3 de janeiro de 2013.

Na outra parte do sítio, há currais que acolhem bois, vacas e cavalos; lado a lado com um galinheiro. Há ainda uma piscina e a Tendinha Buraco Quente, onde alguns compositores, liderados por Leandro Di Menor e o coro de crianças gravaram extras de O Quintal do Pagodinho. ;A Tendinha é o lugar do sítio preferido pelo Zeca. Lá, ele costuma se reunir com outros compositores;, conta João Cassiano Neto, o Marreta, administrador da propriedade.

Ex-morador de Belfort Roxo, na Zona Norte do Rio, Marreta, um ex-vendedor ambulante, foi apresentado ao patrão por Márcio Orelha e Tião cara de Pedra, amigos de Zeca. ;Antes, eu era vendedor ambulante, numa cachoeira próxima aqui do sítio;, revela. ;Mais do que um patrão, o Zeca é um grande amigo que eu ganhei;, comemora.

;Geralmente, ele vem aqui de 15 em 15 dias e tenho sempre que providenciar um estoque de cerveja e de alimentos. Além de churrasco e feijoada, ele gosta de comer pé de galinha com inhame e aipim. O Zeca tem preferência por um dos cavalos. Quando está aqui, ele mesmo é quem alimenta esse cavalo;, diz.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação